Polí­cia

Foto: Portal CT Dorneles apresentou escoreações no braço Dorneles apresentou escoreações no braço

O empresário Alexandre Dornelas, 31 anos, fez denúncia afirmando que foi agredido por policiais militares na noite desta quinta-feira, 31, em Palmas na quadra 1104 Sul.

Em entrevista ao Portal CT, o empresário da área de informática disse que estava num bar tomando um suco antes de ir para casa, quando segundo ele, os policiais chegaram de forma agressiva,empunhando as armas contra todas as pessoas que se encontravam no ambiente.

Segundo o empresário, que registrou um Boletim de Ocorrência no 1ª Delegacia de Polícia, em Palmas,denunciando agressãoe abuso de poder, os seis policiais militares que participaram da ação estavam sob o comandodo aspirante André.

O empresário informou durante entrevista ao Portal CT, os policiais mandaram que as pessoas se dirigissem até uma parede do bar,para que fossem revistadas e não tiveram nem tempo de conversar sendo que ele foi em seguida algemado.

Dorneles ainda afirma que, em momento algum, desacatou os policiais. Segundo ele seu braço está inchado e com marcas em decorrência de uma chave de braço. “Eu não desacatei nenhum policial, não gritei em momento algum, não faltei com respeito e fui tratado como um delinquente. Jogaram-me contra um muro e torceram o meu braço sem dó nem piedade”, criticou durante entrevista ao Portal CT.

Diante da denúncia a Polícia Militar informou através da Assessoria de imprensa que vai tomar as providências necessárias.

Veja a nota na íntegra:

NOTA PMTO

ASSUNTO: CASO ENVOLVENDO MILITARES E EMPRESÁRIO EM PALMAS.

A Polícia Militar do Tocantins informa à sociedade tocantinense que já está tomando todas as providências para elucidar o caso envolvendo as denúncias feitas pelo empresário Alexandre Dornelas, de que policiais militares o teriam agredido na noite desta quinta-feira, 31 de março, em um bar na quadra 1104 sul, em Palmas.