Saúde

Foto: skyscrapercity.com Paralisação dos médicos no Hospital Oswaldo Cruz acontece a partir das 10 h Paralisação dos médicos no Hospital Oswaldo Cruz acontece a partir das 10 h

Acontece nesta quinta-feira 07, durante todo o dia, a paralisação dos médicos que atendem os planos de saúde no País inteiro. Todas as consultas e procedimentos a pacientes de operadoras de planos e seguros de saúde serão remarcados para outra data. Os casos de urgência e emergência serão atendidos.

No Tocantins, encabeçados pela Associação Médica do Tocantins (AMT), Conselho Regional de Medicina (CRM-TO) e Sindicato dos Médicos (SIMED-TO), os médicos participarão da mobilização nesta quinta-feira nos principais espaços de atendimento em Palmas: Espaço Médico (8 horas), IOP (9 horas), Hospital Osvaldo Cruz (10 horas), Medical Center (14 horas) e Cardio Center (15 horas).

Na pauta de reivindicações dos médicos, constam o reajuste da tabela de honorários médicos, o fim da interferência direta na autonomia do trabalho dos profissionais e a regularização dos contratos, que segundo a categoria não têm cláusulas de periodicidade e critérios de reajuste, contrariando a regulamentação existente.

As entidades médicas assim como os pacientes estão descontentes com os planos de saúde. As entidades entendem que os pacientes estão sendo diretamente prejudicados na medida em que os planos de saúde impedem médicos de solicitar certos procedimentos, diagnósticos e medidas terapêuticas por questões de custos.

Além disso, os reajustes dos honorários médicos tem sido irrisórios e abaixo da inflação. Para as entidades médicas, o valor razoável para uma consulta seria R$ 60,00 com a garantia de um aumento periódico anual, como já ocorre com as mensalidades dos planos de saúde, no entanto, a maioria dos planos para entre R$ 25 e R$ 40 por consulta.