Polí­tica

Foto: Elton Bomfim

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, participou na manhã desta quarta-feira, 06, na Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados de reunião de audiência pública para discutir a implementação da banda larga no Brasil através do Plano Nacional de Banda Larga.

Na audiência, o ministro garantiu que a internet de banda larga será oferecida pelo mesmo preço em todos os municípios, incluindo regiões menos populares, como a Região Norte. O deputado federal Júnior Coimbra (PMDB), que é membro da Comissão e participou da audiência pública, afirmou que o ministro informou aos parlamentares que a meta do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) é oferecer internet de banda larga em 35,2 milhões de domicílios, em 2014, a R$ 35,00. Segundo Coimbra, se for concretizada redução tributária para o setor ─ em fase de negociação com os governos estaduais ─ pode ser oferecida banda larga a R$ 15,00, em 39,8 milhões de domicílios.

Júnior Coimbra disse que apenas 20% dos domicílios na Região Norte tem computador e 13,2% tem acesso a internet, o que torna imprescindível o acesso dessa população a esse serviço.

Conforme afirmou o ministro Paulo Bernardo, o plano prevê que a banda larga esteja massificada na região Norte em 2014, mas uma linha de transmissão da Eletronorte pode permitir o acesso ao serviço antes disso. “A concessionária que atende a região pediu R$ 8 milhões para o governo para concretizar a oferta do serviço”, disse. Bernardo acredita que a quantia é pequena e poderá ser viabilizada.

Fonte: Agência Câmara

Por: Redação

Tags: Bando Larga, Júnior Coimbra, Paulo Bernardo