Polí­cia

Foto: Divulgação

A polícia apresentou na manhã desta terça-feira,12, em uma coletiva à imprensa a conclusão do inquérito sobre o assassinato do ativista Sebastião Bezerra, morto no dia 27 de fevereiro.

Durante a coletiva o delegado responsável pelo caso, Jacson Ribas, esclareceu como ocorreu o crime e de como chegou à prisão dos acusados envolvidos no assassinato, os irmãos Janes Miguel Gonçalves Junior, de 19 anos, e Ricardo José Gonçalves, de 20 anos.

Segundo o delegado, foi no motel que fica em um bairro de Gurupi onde o crime começou. “Ricardo com a ajuda de seu irmão enforcou a vítima para assaltá-lo só que com a reação eles o enforcaram cada vez mais. Na sequência eles perceberam que Bezerra estava prestes a morrer foi quando eles o levaram para uma fazenda próxima ao município de Dueré, onde o corpo foi encontrado”, disse o delegado.

Logo em seguida os peritos criminais responsáveis pelo laudo pericial apresentaram uma reprodução simulada do crime em animação 3D. Um dos peritos responsáveis, Leonardo Ribas, explicou que em uma fazenda onde mora o avô dos irmãos foram encontrados vários documentos que pertenciam ao ativista. “Logo após a ocultação do corpo eles foram até a fazenda do seu avô para eliminarem várias provas que estava no veículo de Sebastião, lá encontramos vários documentos que estavam no matagal ao redor da fazenda o que facilitou para as investigações”, disse.

Durante a reconstituição realizada no mês passado foi utilizado um boneco com altura e peso semelhantes ao de Sebastião, que segundo a perícia, contribuiu com as investigações.

Com relação ao terceiro acusado, Rogério Gonçalves, a polícia disse que ele não participou do momento do assassinato, mas Rogério já sabia do assalto que os irmãos cometeriam ao ativista e ajudou dando todo suporte e apoio aos irmãos, tanto antes como também depois do crime.

Agora o processo será encaminhado na tarde desta terça-feira para o Poder Judiciário e será decretada a prisão preventiva, já que devido às investigações eles estavam cumprindo prisão temporária.

Fonte: Cocktail Online