Estado

O Brasil possui hoje 60.002 casais homossexuais com união estável. É o que revela o resultado preliminar do Censo 2010 divulgado pelo IBGE na manhã desta sexta-feira. Pela primeira vez, a pesquisa incluiu uma amostra referente à relação de pessoas do mesmo sexo no país. Segundo o Censo, o número de relacionamentos gays representa 0,16% da população brasileira se for comparado aos 37.487.115 casamentos entre os heterossexuais.

A região Sudeste concentra mais da metade dos registros de casais homossexuais. Ao todo, o IBGE contabilizou 32.202 relacionamentos de pessoas do mesmo sexo. A maior parte está no estado de São Paulo, que registrou 16.872. Em seguida, aparece o Rio de Janeiro, com 10.170. Minas Gerais possui 4.098 e, o Espírito Santo, 1.062 relações.

Para o Giama, os dados destroem o estereótipo do gay promíscuo, instável sexualmente, o que mostra uma realidade muito semelhante à união entre os heterossexuais.

Dos 60.002 casais declarados gays, os estados do Nordeste agrupam 12.196. A Bahia lidera o ranking na região, com 3.029. Ceará e Pernambuco têm 2.620 e 2.571, consecutivamente. Depois, a lista segue com os estados do Rio Grande do Norte (982), Paraíba (885), Maranhão (717), Sergipe (440) e Piauí (312).

"Essa pesquisa revela apenas a ponta de um iceberg que diz respeito à presença homossexual no País. Certamente, um grande número de casais do mesmo sexo não se assumem perante à sociedade. Os números são bem maiores. Mas, por outro lado, os dados destroem o estereótipo do gay promíscuo, instável sexualmente, o que mostra uma realidade muito semelhante à união entre os heterossexuais", afirma o antropólogo Luiz Motti, fundador do Grupo Gay da Bahia.

Região Norte tem o menor número de casais identificados

De acordo com o Censo 2010, a região Sul do Brasil já conta com 8.034 casais gays com união estável. O Rio Grande do Sul possui 3.661, seguido por Paraná (2.363) e Santa Catarina (2.010). O resultado no Centro-Oeste foi de 4.141 relações homossexuais. Goiás lidera com 1.593. Aparecem ainda o Distrito Federal (1.239), o Mato Grosso do Sul (742) e o Mato Grosso (567).

Em último, está a região Norte, com um total de 3.429 casais gays identificados pela pesquisa. O estado do Pará tem 1.779. A lista segue com Amazonas (811), Rondônia (250), Amapá (188), Acre (154), Tocantins (151) e Roraima (96).

Para o presidente do GIAMA, Silvanio Mota, “o Censo 2010 é histórico, na medida em que procura identificar a sociedade como ela é”. Ainda segundo Mota o Giama fez campanha para que os casais homossexuais se identificassem aos recenseadores. “Esperamos que no próximo Censo possamos ter mais casais identificados, sabemos que o número é bem superior” afirma Mota.

Fonte: Giama/TO

Por: Redação

Tags: Censo 2010, Giama, IBGE, Silvânio Mota