Polí­cia

Foto: Divulgação PM

Uma ação meticulosamente planejada há seis meses pela Rotam – Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas, grupo especializado da CIOE (Companhia Independente de Operações Especiais), resultou na prisão de Ismael Lima de Sousa, de 24 anos, e de sua esposa, Alineide Costa Marques, 20 anos, acusados de tráfico de entorpecentes. O desfecho da ação ocorreu na manhã desta terça-feira, 03. O casal reside no Setor Santo Amaro, norte de Palmas.

De acordo com a Rotam, a informação do comércio da droga (crack) pelo casal foi repassada ao Serviço de Inteligência da CIOE por usuários atendidos pelos autores do tráfico. A informação dava conta de que o casal receberia na última noite (02) um carregamento da droga. De posse dos dados, desde às 19h da noite desta segunda-feira, 02, duas equipes da Rotam estiveram a postos nas proximidades da residência dos autores no intuito de abordá-los e, assim, desmantelar a “boca de fumo”.

Na manhã desta terça-feira, após o casal deixar seu filho na escola em um carro de propriedade do pai de Ismael Sousa, quando já retornava para casa, foi abordado pelos policiais militares, entre as arnes 51 e 61. No interior do carro (um celta branco) foi encontrada uma pedra de crack e uma outra nas vestimentas da esposa de Ismael. Eles não ofereceram resistência e, junto com as equipes da Rotam, deslocaram-se até a sua residência para averiguação.

Na casa do casal foram apreendidos cerca de R$ 900,00 em espécie, um celular e dois chips, um revólver calibre 32 com três munições intactas e 500 gramas de crack, com 25 papelotes já prontos para comercialização. Naturais do Estado do Maranhão, os autores moram em Palmas há cerca de 8 anos e, conforme informaram, traficam a droga há dois anos na Capital. A droga apreendida pode estar avaliada em R$ 8 mil reais. De acordo com os policiais, os autores não têm passagem pela polícia.

O casal e o material apreendido foram conduzidos à Denarc – Delegacia Especializada em Narcóticos, da Polícia Civil., para os procedimentos cabíveis. O autores podem ser enquadrados por Tráfico de Entorpecentes (Lei 11.343/2006, Art. 33).

Outras apreensões

De acordo com os policiais militares da Rotam, antes da apreensão no setor Santo Amaro, as equipes já haviam realizado duas diligências, entre a segunda e esta terça-feira: uma na 409 Norte, com a prisão de uma pessoa e 15 pedras de crack, e uma outra, no Aureny III, sul de Palmas, quando foram detidas duas pessoas e apreendidas 26 pedras de crack, todas prontas para comercialização.

Fonte: Assessoria de Imprensa PM