Economia

A procura por descontos em produtos para o Dia das Mães praticamente dobrou na comparação com o ano passado. A constatação parte do site Busca Descontos, que agrega descontos de lojas de e-commerce de todo País, funcionando como um intermediário entre o comprador e o estabelecimento que promove a oferta.

“O nosso site quase duplicou o número de acessos em relação ao Dia das Mães do ano passado. Fizemos os cálculos e verificamos que o aumento foi de cerca de 92% na comparação com a mesma data de 2010”, afirma o idealizador do site, Pedro Eugênio.

Segundo o executivo, a procura pelo site surpreendeu. “A gente normalmente faz uma média. Se as vendas do comércio eletrônico devem crescer 20% no Dia das Mães deste ano, esperávamos crescer entre 25% e 30%, aproximadamente”, diz Eugênio.

De acordo com ele, essa maior busca por descontos começou a ser verificada a partir do ano passado, com a popularização dos sites de compras coletivas.

“Nós percebemos que, quando as pessoas descobriram que tinham direito a descontos, que podiam comprar os mesmos produtos por preços muito mais acessíveis, elas começaram a ir atrás deste tipo de oferta. Acho que a palavra 'desconto' nunca ficou tão em evidência como agora”, ressalta Eugênio.

Lojas
De acordo com o executivo, as lojas também começaram a dar mais importância para os descontos e a utilizarem as ofertas como uma estratégia de marketing.

“Principalmente a partir do ano passado, as grandes lojas de e-commerce começaram a descobrir que o desconto pode ser muito bom para a empresa. Ele atrai novos clientes, uma pessoa que nunca comprou naquela loja pode acabar comprando por conta dessa oferta e vai continuar comprando depois”, diz Eugênio.

Como prova desse aumento no interesse dos lojistas, o site já triplicou o número de parceiros desde o final do ano passado. “As lojas estão trabalhando mais com esse tipo de estratégia de marketing para vender mais”, completa.

e-Commerce
Segundo dados da e-bit, empresa especializada em informações de comércio eletrônico, as vendas do e-commerce para o Dia das Mães devem atingir R$ 750 milhões este ano, o que significaria um acréscimo de 20% em relação a 2010, quando o comércio eletrônico faturou R$ 625 milhões.

“O brasileiro gosta de dar presentes e, tratando-se de uma data com grande apelo emocional, projetamos um Dia das Mães profícuo para o comércio eletrônico brasileiro em 2011. Os consumidores que se planejaram devem tirar proveito, por exemplo, dos Clubes de Compras, que oferecem produtos de Moda e Cosméticos com grandes descontos”, disse o diretor da e-bit, Pedro Guasti.

De acordo com a e-bit, as categorias de produtos mais vendidos devem ser Cosméticos e Perfumaria, Eletrodomésticos, Flores e Cestas e Moda e Acessórios, esta última ganhando cada vez mais força no setor.

Segundo Eugênio, do Busca Descontos, por ser muito novo, o mercado brasileiro de e-commerce ainda têm um grande potencial de crescimento e tem apresentado taxas bastante elevadas.

“Em países do exterior, como na Europa, a taxa máxima de crescimento é de 10%. Já o nosso mercado ainda está começando a crescer, tem poucas pessoas vendendo, então o potencial é realmente muito alto”, diz o executivo.

Entretanto, para ele, uma das grandes dificuldades dessas empresas de e-commerce será a estruturação da distribuição e os serviços de atendimento. “Ninguém esperava um crescimento tão grande”, diz.

Fonte: Info Money

Por: Redação

Tags: Dia das Mães, E-bit, E-Commerce