Polí­tica

Foto: Divulgação

Segunda-feira, 9, a turma do CQC atacou novamente. O repórter Danilo Gentili abordou diversos parlamentares no bloco “Controle de qualidade” onde fez perguntas inerentes ao Código Florestal e à morte do terrorista Osama Bin Laden. O deputado tocantinense César Halum foi um dos entrevistados, com a pergunta “onde morreu Osama Bin Laden?” onde respondeu “Afeganistão” e a resposta certa seria, Paquistão.

Ao perceber a repercussão da matéria e ver os comentários da internet, o parlamentar divulgou em seu twitter que havia errado de propósito, “fiquei sabendo que só quem erra aparece. Então errei”, disse.

Halum levou todas as criticas nas Redes Sociais com muito humor, e afirmou que nunca irá contra a liberdade de imprensa, “repudio qualquer bloqueio a liberdade de imprensa, não sou como outros por ai” e ainda em tom humorado citou em seu microblog que estava sofrendo bullying por parte dos internautas, “Só porque errei no CQC estou sendo vítima de bullying nas redes sociais rs. O jeito é levar na esportiva. Fazer o que...”, frase esta que entrou no ranking das melhores frases do twitter de acordo com o site omelhordotwitter.com.

Por telefone, Halum disse que foram feitas outras 4 perguntas e que ele as acertou, mas na edição só colocaram a que ele havia errado.

Da Redação com informações da Assessoria de Imprensa/ César Halum