Polí­tica

Foto: Koró Rocha Stálin Bucar agradeceu deferência do líder do Governo Stálin Bucar agradeceu deferência do líder do Governo

Em entrevista concedida durante a sessão ordinária da manhã desta terça-feira, 17, o deputado Stalin Bucar (PR) comentou sobre a ação do Ministério Público Federal que está investigando o caso das compras de ambulâncias por prefeituras, conhecido como escândalo das sanguessugas, denunciado pela primeira vez, em 2006.

A denúncia do Ministério Público Federal, aceita pela Justiça Federal na última segunda-feira, diz respeito ao período em que o deputado era prefeito da cidade de Miranorte. O escândalo que ficou conhecido como caso das sanguessugas, deu início à investigações federais e estaduais com relação à superfaturamento na compra de ambulâncias por parte de governos e prefeituras.

Contudo, Bucar se mostrou tranqüilo com relação ao caso e informou que, na época, comprou as ambulâncias pelo melhor preço oferecido e que todas estão em pleno funcionamento na cidade que geriu. “Enquanto o Ministério Público inventa essa história de sanguessugas, as ambulâncias estão lá em Miranorte, trabalhando”, minimizou.

Mais prefeitos

Sem citar nomes, Stálin fez questão de ressaltar que não foi o único a receber notificação do Ministério Público sobre a investigação na compra das ambulâncias. De acordo com ele, todos os prefeitos da época que compraram os veículos, estão sob investigação da Justiça. “Todos os prefeitos que compraram as ambulâncias na época, caíram nessa. Eu comprei as ambulâncias mais baratas”, compltou.

O deputado frisou que ainda não foi notificado da aceitação da denúncia por parte da Justiça Federal e que ainda aguarda os próximos passos para tomar maiores atitudes. “Eu estou aguardando. Eu não sei nem como é que funciona esse esquema de sanguessuga”, concluiu.