Estado

Em reunião com Nelson José Hübner Moreira, diretor-Geral da Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica, o governador Siqueira Campos, acompanhado do senador Vicentinho Alves, do secretário Lívio de Carvalho, de Relações Internacionais e do tenente cel Feitosa, da Casa Militar, solicitou a realização de leilões para a construção das Hidrelétricas no Rio Tocantins previstas em Ipueiras, Tupiratins/Itapiratins, UHE de Serra Quebrada, em Itaguatins, bem como no Rio Sono. A reunião aconteceu na tarde desta quarta-feira, 25, em Brasília (DF).

Neste encontro também foi solicitado ao diretor geral da Aneel a retomada dos estudos para construção das PCHs – Pequenas Centrais Elétricas e Médias Centrais Elétricas no estado do Tocantins. Estas usinas têm capacidade de extrair o máximo potencial energético com custos menores. São consideradas pequenas centrais hidrelétricas* as usinas com capacidade de produção entre 1 e 30 MW e com área total do reservatório igual ou inferior a 3 km².

As PCH’s oferecem economia em matéria de investimentos relacionados à transmissão, redução de perdas de transmissão e auxilia a estabilidade do serviço de energia elétrica porque possuem pequeno porte e são integradas ao sistema elétrico local, estando próximo ao local de consumo.

O governador Siqueira Campos solicitou também a retomada das obras da UHE Santa Izabel e que os estudos para a construção da UHE Pau D’Arco, no Rio Araguaia sejam concluídos. Segundo o governador, estas barragens diminuirão o assoreamento do Araguaia, fazendo naturalmente o controle das enchentes provocadas por chuvas, garantindo assim o curso normal, com preservação das margens e das águas do rio.

Durante o encontro, Siqueira Campos e Nelson José Hübner Moreira também falaram sobre o preço da energia no Tocantins, que hoje é o terceiro maior no Brasil. O Governador solicitou apoio para a redução desse preço ao consumidor e ficou decidido que será criado um grupo de trabalho composto por técnicos da Aneel e do Governo do Tocantins para tratar deste assunto. Um dos pontos já levantados é a aquisição de energia elétrica por parte do sistema distribuidor que compra de usinas mais antigas pagando um preço maior do que as hidrelétricas como a Luis Eduardo Magalhães, em Lajeado e Peixe/Angical, ambas no Tocantins, podem oferecer.

Fonte: Assessoria de Imprensa governador Siqueira Campos