Estado

Foto: Divulgação

O VI Seminário da Cadeia Produtiva do Arroz deverá acontecer nos dias 25 e 26 de agosto, no Centro de Convenções de Lagoa da Confusão. A programação e os temas foram definidos pelo Sindiato – Sindicato dos Beneficiadores de Arroz do Estado do Tocantins, filiado a Fieto – Federação da Indústria e Comércio do Tocantins, responsável pelo evento, em reunião com instituições parceiras, na tarde desta quarta-feira.

A Seagro – Secretaria Estadual da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário é parceira deste evento por meio da Diretoria de Desenvolvimento Agropecuário. De acordo com o engenheiro agrônomo da coordenadoria de desenvolvimento vegetal, José Waltex Alexandre Aguiar, o seminário será direcionado aos produtores e contará com discussões e palestras.

Segundo ele, o evento tratará de temas muito relevantes para o setor, tais como: sistemas de produção de cultivo; legislação e produção de sementes; técnicas e aplicação aérea de defensivos; atualidades e perspectivas da pesquisa científica na produção; estrutura logística; linhas de créditos do agronegócio e a situação atual da cadeia produtiva no Brasil e no Tocantins.

Para Waltex o seminário é importante, sobretudo por discutir as diretrizes para a consolidação da produção de arroz, um dos principais cultivos no Estado. “Com uma área correspondente a 68 mil hectares, o Tocantins é o quarto produtor de arroz irrigado no Brasil e ainda tem grande potencial de desenvolvimento. Atualmente, quase metade do grão é produzido em várzeas, mas poderia ser ainda maior se fossem adotados sistemas de produção tecnificados”, ressalta.

São parceiros deste evento além da Seagro, a Secretaria da Indústria e Comércio, a Secretaria da Ciência e Tecnologia, o Ruraltins, a Adapec, a Embrapa do Tocantins e a Superintendência Federal da Agricultura no Tocantins.

Fonte: Ascom Seagro