Polí­tica

Durante um breve pronunciamento enquanto presidia a sessão da manhã desta terça-feira, 31, o deputado Stálin Bucar (PR) criticou a postura dos parlamentares que deixam de comparecer às sessões na Assembleia Legislativa.

De acordo com o deputado, a falta de seus colegas gera atrasos na votação de matérias importantes e gera comentários depreciativos, porém acertados sobre o parlamento. “É muito ruim para nós e para a população do Tocantins a falta de deputados nesta Casa”, disse.

O deputado ainda condenou o atraso sistemático com que as sessões vem sendo iniciadas desde o início do ano. “Estamos começando as sessões muito tarde. O ex-presidente desta Casa, Carlos Gaguim (PMDB) está deixando saudade. Com ele, pelo menos, as sessões tinham quorum e começavam no horário correto”, citou.

Até o momento do pronunciamento de Stálin, 12 dos 24 deputados haviam registrado presença no plenário da AL. Para estabelecer qualquer tipo de deliberação, ou votação de matérias, o quorum mínimo é de 13 deputados (50% mais 1).