Polí­cia

A Polícia Militar do Tocantins informou neste domingo, 6, sobre a morte de dois militares lotados em Porto Nacional, que foram vítimas de um acidente de trânsito ocorrido na noite do último sábado, dia 4, entre as cidades de Gurupi e Aliança do Tocantins.

Quando sofreram o acidente, o sargento da reserva, QPPM José Ferreira de Sousa, de 54 anos e o cabo QPPM Anderlei Sousa Silva, de 27 anos completados no mesmo dia do acidente, retornavam a Porto Nacional, após assistirem a partida final do campeonato tocantinense de futebol em Gurupi. O carro em que estavam os militares, uma VW Parati Placa MWC 7962 de Porto Nacional, era conduzido pelo pai do cabo Anderlei Silva, e membro da diretoria do Interporto F.C, Floriano de Sousa Silva, de 58 anos.

O acidente aconteceu na altura do KM 646 na BR-153, a cerca de 25 KM da cidade de Gurupi, em sentido Aliança. O carro ocupado pelos militares colidiu frontalmente com um caminhão carregado de abacaxis, um Mercedes Benz, Placa BXI-0188, da cidade de São Paulo, conduzido por Xisto Feliciano Alves Filho, de 36 anos.

O cabo Anderlei Silva e o pai, motorista da Parati, morreram no local. Já o sargento José Ferreira sofreu várias fraturas pelo corpo e ainda foi socorrido com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Regional de Gurupi. O motorista do Caminhão não teve nenhuma lesão aparente.

Ambos foram velados em Porto Nacional. O enterro do cabo Anderlei Silva e de seu pai, Floriano, foi na tarde deste domingo, dia 5. Já o sargento da reserva, J. Ferreira será enterrado às 8h da manhã desta segunda-feira, dia 6.

O comandante geral da PMTO, coronel Marielton Francisco dos Santos, acompanhou o velório neste domingo, dia 5, em Porto Nacional e, em nome de toda a Corporação, se solidarizou com as famílias dos dois militares.

Fonte: Assessoria de Imprensa PM