Polí­tica

Foto: Divulgação

A direção nacional do Partido dos Trabalhadores decidirá no dia 30 de junho a situação do prefeito de Palmas, Raul Filho e da primeira-dama e deputada estadual Solange Duailibe. A reunião será exclusiva para resolver esse impasse segundo informou o vereador de Palmas, Bismarque do Movimento.

Comentando uma possível disposição do diretório regional em rediscutir o assunto, conforme afirmou uma fonte petista ao Conexão Tocantins, o vereador salientou que seria antiético voltar ao assunto na instância estadual já que a nacional analisa o assunto. “Creio que agora é a nacional que tem que decidir já que existe um processo lá. O diretório voltar nessa discussão é antiético”, disse.

A expectativa do grupo do prefeito é que a nacional acate o recurso contrariando a decisão do diretório regional de expulsar o casal. “A nacional quer que o partido cresça e eu acredito que o resultado será positivo para Solange e Raul”, frisou.

2012

Para Bismarque, todo esse impasse interno está atrapalhando o partido de entrar nas discussões com os aliados para o pleito do próximo ano. “O PT tem que resolver logo esses problemas internos e parar de brigar para começarmos a debater a sucessão municipal com os partidos aliados”, frisou.

No entanto Raul coordena as articulações entre os partidos aliados visando o pleito do próximo ano.

Caso o casal permaneça na legenda, Bismarque acredita que todos os fatos possam ser superados e que o enfrentamento de forças acabe. “Eu acredito sim que tanto os erros da direção do partido como os do Raul e da Solange serão superados”, pontuou.

“É importante que todos os militantes de todas as correntes do PT se unam para debater os problemas de Palmas, a falta de geração de empregos e que o partido se envolva nessa discussão”, finalizou Bismarque.