Economia

Foto: Eduardo Lobo Presidente da Adtur e secretário da Comunicação participaram de voo inaugural de nova companhia aérea que atuará em Palmas Presidente da Adtur e secretário da Comunicação participaram de voo inaugural de nova companhia aérea que atuará em Palmas

O início das operações da Companhia Aérea Azul, na Capital, foi comemorado pelo presidente da Agência de Desenvolvimento Turístico do Tocantins (Adtur) e subsecretário do Turismo na Secretaria Estadual da Indústria, Comércio e Turismo, Lúcio Flavo, como sendo indicador da capacidade de desenvolvimento do turismo tocantinense. O presidente e o secretário estadual da Comunicação, Arrhenius Naves, participaram do voo inaugural da Azul, na tarde de ontem, terça-feira, 14, no Aeroporto Lysias Rodrigues, em Palmas. A empresa aérea vai operar com rota inédita e voo direto de Palmas a Campinas (SP), ligando a capital tocantinense, em duas horas, ao coração econômico do Brasil, São Paulo. De lá, a empresa liga os passageiros a outros 29 destinos.

De acordo com o presidente da Adtur, a nova rota favorece o conhecimento dos atrativos turísticos, além da atração de novos empreendedores para o setor. “A vinda da empresa ao Tocantins favorece também a atração de turistas de outros estados”, disse.

O diretor Comercial e de Marketing da Azul, Paulo Nascimento, frisou o potencial de desenvolvimento do Tocantins. Segundo ele, a perspectiva econômica e de negócios da região está em franca expansão, o que chamou a atenção da companhia para vir operar no Estado. “Palmas é a capital das oportunidades e tem atraído milhares de pessoas para essa nova fronteira econômica do Brasil”, afirmou.

Negócios

O secretário da Indústria, Comércio e Turismo, Ernani Soares Siqueira, destacou que além das possibilidades de desenvolvimento do turismo, encurtar distâncias e tempo é essencial. “É um benefício para a atração de investidores para o Estado. A máxima ‘tempo é dinheiro’ é real e importante. Outras companhias aumentaram o número de voos para Palmas e o fizeram pensando nisso. É gratificante ver que o Estado está atraindo mais companhias e se interligando a outros aeroportos”, concluiu.

Fonte: Secom