Polí­tica

De autoria do deputado federal Angelo Agnolin (PDT), o Projeto de Lei (PL1673/11) apresentado à Câmara Federal nesta terça-feira, 28, poderá tornar a disciplina Empreendedorismo, obrigatória na grade curricular dos ensinos fundamental e médio. A proposta visa desenvolver nos estudantes, a capacidade de mobilizar conhecimentos ligados ao mundo do trabalho, bem como estimular competências negociais e de mercado. O projeto foi inspirado em experiência de alguns Estados, como Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Por meio de Indicação (INC767/11) do deputado, a Câmara levará o projeto para apreciação do Ministério da Educação – MEC. “Como força motriz da sociedade, o empreendedorismo apresenta-se como um assunto importante no ambiente educacional, social e organizacional. Por isso, acredito que proporcionar formação sob o enfoque do empreendedorismo é garantir evolução ao processo de aprendizado” disse Agnolin.

Conforme o deputado, no entanto, é preciso que os professores estejam capacitados a encarar o desafio. “Nesta visão, o papel do professor torna-se fundamental, como facilitador para que sejam destacadas as potencialidades dos estudantes de forma que eles consigam adaptar os conceitos vistos com a realidade do mercado” finalizou.

O parlamentar solicitou formalmente audiência com o ministro da Educação, Fernando Haddad, para discutir o projeto.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Angelo Agnolin

Por: Redação

Tags: Angelo Agnolin, Fernando Haddad