Polí­tica

Foto: Gustavo Lima

O deputado federal Júnior Coimbra (PMDB) foi à tribuna do Plenário da Câmara dos Deputados na última quinta-feira, 30, para esclarecer os pontos principais do Projeto de Lei 1209/2011 (Pronatec), que está sendo relatado por ele na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados.

Segundo Coimbra, o objetivo geral do Pronatec consiste em profissionalizar os jovens do ensino médio, habilitando-os ao mundo em transformação, além de propiciar qualificação aos trabalhadores que ao longo do tempo foram se desatualizando e hoje não acompanham mais a dinâmica do mercado, que se sofisticou e, a cada dia que passa, incorpora novas tecnologias.

O deputado afirmou em seu discurso que as metas do programa são ambiciosas: formar três milhões e meio de trabalhadores até 2014, começando este ano com quinhentos mil, com prioridade para alunos do ensino médio, para reincidentes do seguro desemprego e beneficiários do Bolsa Família. “Serão, ao todo, nada menos do que oito milhões de atendimentos, se consideradas a expansão, interiorização e democratização da oferta de cursos técnicos e profissionais”, disse.

Coimbra informou que uma das estratégias de implantação se valerá do programa Brasil Profissionalizado, que é parte do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), e está fundamentada em parcerias com os estados, na forma de repasse de recursos para construção, reforma, ampliação de infraestrutura escolar, além da melhoria dos recursos pedagógicos e da formação de professores, com vistas não somente ao aumento do número de vagas, mas à qualidade do ensino. “A adesão já chega a 27 unidades da federação”, afirmou.

Conforme Júnior Coimbra, o projeto de lei deverá ser votado no Plenário da Câmara até a primeira quinzena de agosto. O deputado disse que está em fase de conclusão de seu parecer e deverá apresentá-lo o mais breve possível.

Fonte: Assessoria de imprensa Junior Coimbra