Polí­tica

Foto: Divulgação

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta segunda-feira, 4, a senadora Kátia Abreu confirmou que ainda não desfiliou do Democratas mesmo coordenando articulações para o novo partido – PSD.

“Foi orientação do nosso advogado”, salientou a senadora. Kátia frisou ainda que no Estado serão cerca de 15 mil assinaturas de apoiamento para a nova legenda. Segundo a senadora as assinaturas estão em cartório para análise mas alguns erros pontuais resultarão em 30% de perda das assinaturas coletadas inclusive no Estado.

São alguns erros no número de título eleitoral ou em outros dados da ficha. O pedido de registro deve ser protocolado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em agosto.

Confirmação do TSE

Segundo a senadora, o Tribunal Superior Eleitoral já garantiu agilidade para conceder o processo de registro da nova legenda. “Já temos a confirmação do TSE com relação à agilidade”, salientou.

A senadora voltou a criticar o que chamou de onda de terrorismo que líderes do Democratas estão fazendo com relação ao PSD. “Estão causando um terrorismo, e isso é uma postura anti-democrática”, salientou.

Segundo Kátia, sua postura foi digna diante da legenda ao informar a intenção de criar uma novo partido. “A criação de um novo partido é uma ação legítima”, salientou.