Campo

Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira, 6, na sala de reuniões do Ruraltins, na sede do escritório central, em Palmas, representantes das colônias de pescadores dos municípios de Porto Nacional, Brejinho de Nazaré, Ipueiras e Palmas se reuniram com diretores do Ruraltins, para discutir a comercialização de peixes dentro do PAA – Programa de Aquisição de Alimentos, o Compra Direta Local da Agricultura Familiar. A idéia é que o produto possa ser distribuído em todo Estado, inclusive com a perspectiva de inserir o peixe na alimentação escolar, por meio do PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar.

De acordo com o Chefe da Assessoria Técnica e de Planejamento do Ruraltins, Adenieux Rosa Santana, a inserção do peixe na merenda escolar faz parte do plano de governo de Siqueira Campos (PSDB), e hoje o Ruraltins está dando um importante passo em direção a essa política. “Queremos que a população tenha acesso a uma alimentação mais saudável e nutritiva, precisamos vencer alguns desafios, entre eles a questão da inspeção sanitária, pois é fundamental que os produtos atendam as normas de sanidade e que tenham as mesmas qualidade dos que existem no mercado”, afirma, O assessor complementa ainda que seria importante que os pescadores realizassem um trabalho com estabelecimentos credenciados. “Sugerimos a eles que fizessem uma parceria com o frigorífico da cidade de Almas que já possui o SIF – Selo de inspeção Federal, para fazer o processamento do pescado, que então poderia ser vendido para as escolas”, destaca. E finaliza dizendo que esse mesmo processo poderá ser utilizado em outras cadeias produtivas como a do leite, do frango, suínos, ovinos e outras, até que os produtores tenham a sua agroindústria regulamentada.

Para o presidente da colônia de pescadores de Porto Nacional, Lourival Pinto, vender para o programa Compra Direta Local é a oportunidade que faltava para conquistar um novo mercado. “Sem alternativas de comercialização ficamos nas mãos dos atravessadores, vamos trabalhar para sermos beneficiados pelo programa, pois vale a pena apostar na atividade”, afirma.

Segundo informações da Secretaria da Agricultura, pecuária e Desenvolvimento Agrário, Seagro, em 2010, foram produzidas cerca de 6.500 toneladas de peixe nos criatórios tocantinenses. No Estado, existem cerca de 1000 produtores de pescado e a perspectiva é que em 2011 a produção possa atingir 7.500 toneladas.

PAA

O PAA – Programa de Aquisição de Alimentos (Compra Direta Local) é uma das ações do Governo Federal, executado pelo Governo do Estado, por meio do Ruraltins.

O Compra Direta Local da Agricultura Familiar tem por objetivo adquirir dos agricultores familiares produtos a preços justos e doá-los a instituições como hospitais públicos, creches, escolas, APAES, abrigos de idosos e associações. Os alimentos são destinados a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional.

A previsão para este ano é que sejam atendidas 600 entidades que compõem a rede de proteção social do Estado, beneficiando cerca de 130 mil pessoas.

Fonte: Ascom Ruraltins