Palmas

Foto: Divulgação Vista da Quadra 507 Sul pelo Google Earth (Clique na imagem p/ Ampliar) Vista da Quadra 507 Sul pelo Google Earth (Clique na imagem p/ Ampliar)

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta segunda-feira, 1º, o presidente da AMASUL - Associação dos Moradores da Quadra 507 Sul, Edi Augusto Benini, informou que o processo de parceria entre os moradores da quadra e a Prefeitura de Palmas, visando o asfaltamento da quadra, já está em curso.

O presidente destacou ainda que a Associação ainda está no processo de coleta das assinaturas dos moradores para poder efetivar a parceria financeira para que a quadra seja asfaltada. De acordo com ele, a meta é atingir um pico de 80% de adesão dos moradores da quadra à causa. “Por lei, nós precisamos coletar um mínimo de 70% de assinaturas. Não temos a pretensão de chegar á totalidade”, disse.

Essa totalidade, a que Benini se refere, diz respeito a um grupo de moradores insatisfeitos em “ratear” o custo da obra com a Prefeitura, como destacou um dos moradores da quadra ainda nesta manhã. De acordo com o presidente, no entanto, a decisão já foi tomada em assembleias amplamente divulgadas e com a participação dos moradores da 507 Sul.

Valores

O valor total da obra de asfaltamento da quadra, segundo o presidente da Associação de Moradores, ainda não foi definido, pois ainda está em processo licitatório. No entanto, de acordo com o próprio Benini, o valor da divisão por morador/proprietário, será de R$ 13,00 por m². “No caso de lotes públicos, a prefeitura fica responsável pelo pagamento desse valor”, completou.

Esse montante divulgado, segundo o presidente, abrange o valor final da obra, mais o custo efetivo do asfaltamento, junto com uma margem de risco. “Nós não queremos que a obra atrase”, disse. O presidente destacou que a aplicação da verba será fiscalizada pelo escritório de contabilidade contratado pela associação de moradores. Caso sobre verbas ao final das obras, Benini informou que o montante poderá ter dois destinos: “Ou devolvemos por igual aos moradores, ou aplicamos em melhorias da quadra”.

Entenda

Depois de dois anos de assembleias e negociações com a Prefeitura de Palmas, a Associação de Moradores da 507 Sul propôs um acordo para que a quadra seja asfaltada. No acordo, o custeio das obras serão divididos entre moradores e Prefeitura na medida de 50%.