Estado

Foto: Divulgação/Secad

No dia 18 de fevereiro deste ano logo após o cancelamento do certame do Quadro Geral realizado ainda na gestão do ex-governador Marcelo Miranda o governo estabeleceu prazo de 90 dias para o levantamento do quantitativo de vagas para o novo concurso no entanto até o momento nenhuma informação oficial sobre o assunto.

O prazo está previsto na portaria nº 167, publicada no Diário Oficial.

A informação da secretaria de Administração, responsável pela condução do certame, é que a demanda de vagas ainda está sendo levantada. Enquanto isso,mesmo com o prazo previsto extrapolado, o secretário Lúcio Mascarenhas não se pronuncia sobre o assunto. Havia uma perspectiva para que nesta semana Mascarenhas revelasse à imprensa informações novas sobre o novo certame.

Transparência

O governo tem justificado a demora com a necessidade de transparência no processo de realização deste novo certame. Informações de uma fonte dão conta de que falta ainda um despacho do secretário com o governador Siqueira Campos (PSDB) com relação ao assunto.

Cobrança

Em entrevista ao Conexão Tocantins nesta sexta-feira, 5, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos, Cleiton Pinheiro afirmou que encaminhará um ofício cobrando do governo um posicionamento e justificativa para a demora no lançamento no edital do novo certame.

“Vamos estar oficiando o governo e se ele não nos ser as informações vamos às vias legais”, salientou.

O concurso cancelado previa mais de seis mil vagas.