Estado

Foto: Elson Caldas

Foi realizada na manhã desta terça-feira, 9, no Palácio Araguaia, reunião entre representantes do governo da Espanha e do Tocantins para debater possível parceria em diversas áreas de atuação. Na ocasião, estiveram presentes representantes da embaixada espanhola, que foram recebidos pelo governador Siqueira Campos (PSDB). Os conselheiros María Gómes-Nieves e Jésus Salas Zapatero, permanecerão no Tocantins até a próxima quinta-feira, quando ainda deverão visitar o projeto de irrigação Manoel Alves e os parques estaduais do Jalapão e do Cantão.

Transferência de conhecimento e tecnologia na área de agricultura, aquicultura, irrigação, defesa e proteção do meio ambiente, polos de produção industrial, turismo e gastronomia, reordenamento, urbanização e saneamento de cidades no Estado, coleta e tratamento do lixo, com respectivos resíduos sólidos, ensino a distância são os setores em que o Governo da Espanha está disposto em incluir na possível parceria com o Tocantins. Também se mostram decididos a incentivar a vinda de empresários do país para investir no Estado.

O encontro de trabalho, realizado na Sala de Reuniões do palácio, contou com a participação de secretários estaduais, presidentes e diretores de autarquias que expuseram projetos, potencialidades e produtos de cada pasta à delegação espanhola que, por sua vez apresentou uma produção em vídeo acerca do que é hoje a Espanha, nação integrante da Comunidade Econômica Europeia, e o avanço obtido pelo país, especialmente na área de tecnologia de ponta, no qual o país é referência em irrigação, aquicultura e gastronomia, dentre outros.

Estado oferece atrativos

O resultado da reunião será formatado em um documento oficial demonstrativo das áreas de interesse para possíveis investimentos do Governo Espanhol.

Para Jésus Zapatero, a parceria deverá ser bastante frutífera. Ele avalia como muito positiva os incentivos fiscais que Governo do Tocantins concede a empresários de dentro e fora do país que desejam investir no Estado, que pode chegar até a 82% dos impostos devidos. Revelou que a Espanha oferece nada menos do que 350 cursos de capacitação técnica em diferentes níveis nas mais diferentes áreas que pode ser postos à disposição no intercâmbio com o Tocantins.

O secretário da Indústria e Comércio, Ernani Siqueira, observou que dos sete estados da região Norte, o Tocantins se destaca como o que mais concede incentivos fiscais para investimentos em qualquer área, seja de negócios ou no ramo da agroindústria e indústria. Para o secretário de Ciência Tecnologia e Inovação, Borges da Silveira, o Estado “é propício para investimentos de grandes parceiros mundiais”, devido sua localização estratégica e o seu potencial produtivo, não deixando de destacar que sem a cooperação em mão dupla “não se vai a lugar nenhum”.

A subsecretaria da Aquicultura e Pesca, Miuyki Hiashida, destacou que a presença dos representantes do Governo da Espanha no Tocantins é fundamental para se deslanchar a cooperação em âmbito bilateral. “Eles precisavam ver de perto o que temos aqui, e é o que está acontecendo, pois se torna um passo para que possamos expor nossos pescados na Europa”, disse.

O criador de peixes de Alianças do Tocantins e que vem montando uma indústria de processamento de pescado no município, Edivaldo Martins, vê como uma grande oportunidade para o Estado direcionar sua produção para o mercado exterior, dado o diferencial e variedade dos pescados existentes no Estado. (Secom)