Esporte

Foto: Divulgação

A partir das 13 h desta sexta- feira, 12, os competidores do Rally dos Sertões começaram a chegar a Gurupi, no sul do estado. Os pilotos de motos foram os primeiros a cruzarem o marco de entrada na cidade, suados e empoeirados mas visivelmente satisfeitos, como afirmou o piloto Guto Klaumann, de Santa Catarina. Para ele, este trecho do Tocantins foi muito complicado, com pedras e lombadas, mais difícil que o de ontem (ainda em Goiás). Outro competidor que já encarou cinco vezes o Rally Paris-Dakar, o português Pedro Prata, encarou estes 450 km de Porangatu a Gurupi como um “aprendizado” , devido ao sol muito forte e aos desafios do trecho.

O piloto tocantinense Ronaldo Imay quebrou a moto mas conseguiu recuperar a máquina e está pronto para a próxima etapa. Já André Siqueira caiu na etapa de ontem, ainda em Goiás e já no Tocantins bateu em um colega mas sem maiores problemas. Neste sábado, deve entrar na estrada para Porto Nacional. João Onofre veio bem embora ressaltando as dificuldades do percurso. E Marieta Moraes completou o trecho com bastante atraso..A chegada da prova está acontecendo na avenida Beira Rio e a base de apoio está montada no parque de exposições Antonio Lisboa da Cruz, onde está a maior concentração de equipes, em torno de mil pessoas. É o palco de caminhões, quadriciclos, motos e veículos leves que apóiam o circo do Rally dos Sertões, dando-lhes toda a segurança.

O Governo do estado montou tenda de apoio para os pilotos do Tocantins, com identificação visual com a logomarca produzida para esta edição dos sertões. Também confeccionou uniformes, bonés e jaquetas esportivas que serão utilizadas pelos competidores e equipes de apoio em todo o percurso da prova, até a chegada em Fortaleza(CE), desta maneira também divulgando o Tocantins nas outras etapas.

O público que assiste a entrada dos carros em Gurupi vem vibrando com a passagem e ronco dos motores. O lavador de carros Antonio Carlos, está radiante e diz que nunca viu espetáculo como este, apenas na televisão, concluiu. Vendedores ambulantes fazem a festa em seus carrinhos, oferecendo sanduíches, pipocas e refrigerantes aos visitantes e assistentes. A cadeia de hotéis em Gurupi está lotada e nos cinco maiores são mais de 500 leitos reservados há mais de dois meses.

No parque de exposições as pessoas passeiam entre os carros, caminhões e motos, observando. Famílias inteiras estão encantadas com a movimentação de pilotos e técnicos que trabalham nos consertos na área de boxes. São mais de 1500 pessoas ao todo que viajam nesta caravana do Rally dos Sertões, e onde chegam provocam a curiosidade de todos com a grandiosidade do cenário que os acompanha. Neste sábado, a comitiva chega a Porto Nacional, e no domingo seguem para Lizarda, no Jalapão. (Ascom)