Polí­tica

Foto: Clayton Cristus

Em entrevista ao Conexão Tocantins na durante a sessão ordinária da manhã desta terça-feira, 16, a deputada Solange Duailibe (PT) comentou sobre as eleições municipais de Palmas no ano que vem. De acordo com a deputada, independente da definição da Executiva Nacional do PT, a intenção nunca deixou de ser a inserção na corrida eleitoral de 2012. Segundo a deputada, querendo, ou não, independente de qual Partido, ela e o prefeito estariam inseridos no assunto.

Depois de condenados pelo diretório estadual a deixarem os quadros do Partido dos Trabalhadores, a deputada e o prefeito de Palmas, Raul Filho recorreram à instância nacional da legenda e tiveram sua pena amenizada para 4 meses de suspensão, que encerram justamente hoje.

Passada a turbulência do julgamento petista, Solange frisou que o momento agora é de regularizar e eleger os gestores do Diretório Municipal do PT em Palmas. “Com essa definição, o momento é procurar definir e regulamentar o diretório municipal do Partido”, disse.

Após a definição do Diretório Municipal, a intenção, segundo Solange, é a busca de um nome dentro do grupo dela e do prefeito para concorrer ao Paço Municipal já no ano que vem. Contudo, segundo Solange, ainda não existe nenhum apontamento em torno de uma pessoa específica para tentar o cargo. “Agora é que vamos começar a discutir sobre isso”, informou.

Carlos Amastha

Também em entrevista ao Conexão Tocantins nesta manhã, o presidente regional do PT, Donizeti Nogueira, frisou que o partido está de portas abertas para receber o empresário Carlos Amastha que, no último fim de semana, pediu sua desfiliação do Partido Verde e ainda está sem partido. Informações de bastidores dão conta de que o empresário tem a intenção de concorrer nas majoritárias no ano que vem e dará prioridade de filiação para o partido que o aceitar como candidato.

No entanto, de acordo com Solange, o partido já possui bons nomes em seus quadros que possam suceder o prefeito em 2012. “Eu não tenho nenhum ponto de vista sobre o empresário Carlos Amastha vir, ou não. Eu não tenho nada contra a figura dele, mas nós temos nomes dentro do Partido que podem concorrer”, completou.