Estado

Foto: Divulgação

União de propósitos em busca da restauração e desenvolvimento pleno do Tocantins, essas foram as principais idéias defendidas pelo governador Siqueira Campos durante o 1º Encontro Estadual de secretários da Agricultura do Tocantins, que acontece nesta segunda-feira, 22, e terça-feira, 23, no auditório do Comando Geral da Polícia Militar, em Palmas. Para o governador é importante que “todos estejam em um só propósito de retomar a trajetória desenvolvimentista que foi marca da criação do Tocantins”.

“Temos tudo para construirmos um futuro próspero e o Tocantins nasceu para isso, para acabar com a miséria e a pobreza que existia”, afirmou Siqueira Campos, destacando o Licenciamento Ambiental Único (LAU), através da Lei n° 2.476, publicada no Diário Oficial de 8 de julho passado, como sendo um dos grandes exemplos das ações que deram resultados positivos, pois segundo ele, a LAU valorizou significativamente as terras do Estado, “pois antes o povo temia por passar oito anos sem uma sinalização de licença ambiental”.

Viagens

O governador também falou sobre as viagens que fará ainda este ano, para a China e o Japão, em busca de restaurar antigas e realizar novas parcerias para levar à frente o plano de desenvolvimento do Estado. “Vou ao Japão visitar os atingidos pelo tsunami em março deste ano, para ver o poder de superação dos japoneses, uma vez que aqui também estamos em um ano de recuperação”, enfatizou, acrescentando que também buscará recursos para a Agência de Fomento.

Para a recuperação que a atual administração trabalha, o governador afirmou que o rebanho de aproximadamente oito milhões de bovinos e as 36 milhões de sacas de grãos produzidas pelo homem do campo tocantinense, são grandes exemplos e motivos de orgulho. “O homem do agronegócio está de parabéns pelo exemplo que dá”, destacou.

Visitas

Ainda segundo o governador, a partir desta terça-feira, 23, uma equipe do governo visitará todos os municípios que possuem obras do Projeto de Desenvolvimento Regional Sustentável (PDRS), para ouvir da população e administradores locais, as sugestões de aplicação dos recursos do Banco Mundial. “Precisamos da postura crítica de todos, com sugestões. Não estamos no governo para reinventar a roda, mas para usar boas ideias e para isso precisamos ouvir sempre todos os setores e restaurar a esperança através de um trabalho de parceria com o governo que o povo elegeu em cada município”, enfatizou Siqueira Campos.

Pedido

A participação de todos também foi solicitada pelo governador, aos prefeitos e líderes da agricultura em todos os municípios, para que estes possam orientar e mobilizar os pequenos produtores a procurarem as secretarias municipais de agricultura ou órgãos competentes, para que estes, em articulação com a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário (Seagro), façam o “maior e mais bem feito programa de financiamento agrícola, seja através do Banco da Gente ou da Agência de Fomento”, afirmou.

Estágios

Siqueira Campos afirmou ainda, que convocará os universitários a fazerem estágios, dando suporte aos produtores, na elaboração de projetos. Segundo ele, será uma forma dos estudantes colocarem em prática o que aprendem na universidade, com remuneração para isso.

Novo Ruraltins

O governador também falou sobre o novo Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), que aliará ações governamentais em um contexto de produtividade, aproveitando os potenciais e as vocações de todas as regiões do Estado e fortalecendo a agricultura familiar levando conhecimento, inovação e ânimo para o homem do campo. “O novo Ruraltins vai aprimorar significativamente a assistência ao produtor, levar novas tecnologias e mobilizar todos em torno das lideranças municipais, particularmente das Secretarias de Agricultura e fazer com que os empresários rurais também mobilizem aqueles que estão em sua área de influência, os pequenos e micro produtores, para que estes tenham assistência para fazer os seus negócios prosperarem e automaticamente o Estado crescer economicamente”, enfatizou.

O novo Ruraltins recebeu em seu lançamento R$ 2 milhões, que virão de emendas parlamentares da senadora Kátia Abreu e do deputado Federal Irajá Abreu. (Secom)