Campo

Foto: Juliano Ribeiro

O avanço do agronegócio florestal, motivou a Secretaria da Agricultura, da Pecuária e Desenvolvimento Agrário, a empresa RS Florestal e parceiros a organizarem o “I Business Forestry Tocantins 2011”. O evento acontece dia 24 de agosto, no auditório do Tribunal de Contas do Estado, em Palmas.

Para a Subsecretaria de Energias Limpas da Seagro, um evento deste porte, o primeiro a ser realizado no Tocantins, traz novas perspectivas de geração de economia para os produtores tocantinenses. A atividade estimula o desenvolvimento de diversas cadeias produtivas, proporcionando mais alternativa de renda para os produtores.

De acordo com o diretor geral da empresa RS Florestal, Renato Vênício Suckow, a escolha do Tocantins para investir é resultado de uma consulta do potencial tocantinense. Dos 540 mil hectares reservados ao setor silvícola, atualmente, apenas 0,19% são utilizados, correspondendo a 52 mil hectares de áreas plantadas. O setor absorve uma quantidade representativa de mão-de-obra, uma área de mil hectares, gera em torno 1.280 empregos na cadeia produtiva da silvicultura.

Ainda segundo informações da RS Florestal, o agronegócio silvícola brasileiro já representa 5% do PIB – Produto Interno Bruto, contribuição anual de mais de US$ 22,0 bilhões, 17% das exportações do agronegócio e 8% do total das exportações, cerca de US$ 5,5 bilhões, gerando 1,6 milhão de empregos diretos e 5,6 milhões de indiretos, ou seja, 9% da população economicamente ativa brasileira.

Dados

No Tocantins, as estatísticas apontam nos últimos três anos um crescimento acelerado nas áreas plantadas. De acordo com a Diretoria de Agroenergia da Seagro, a expectativa para 2011 é alcançar 208 mil hectares plantados de eucaliptos. Em 2008, foram plantados 36,6 mil hectares em reflorestamento, expandindo para aproximadamente 50 mil hectares em 2009. Os maiores plantios estão localizados nos municípios de São Miguel do Tocantins, no Bico do Papagaio, e em Palmeirópolis, sul do Estado.

O evento é resultado de uma parceria entre o governo do Estado, por meio da Seagro, a empresa RS Florestal- realizadora do evento, Adapec – Agência de Defesa Agropecuária e Itertins – Instituto de Terras do Estado do Tocantins.

Os interessados em participar do evento podem realizar as inscrições no link, site da Seagro: www.segro.to.gov.br (Ascom Seagro)

Programação do evento

9 h – Credenciamento
9h30 – Palestra: O Segmento Florestal e a sua Importância no Agronegócio Brasileiro.
Palestrante: Carlos Bacha
10h:15 – Palestra: Utilização de Recursos Hídricos na Produção Florestal.
Palestrante: Walter Lima
11h – Almoço
13h – Palestra: Manejo Nutricional de Floresta Plantadas de Eucalipto.
Palestrante: Francisco Scatoni
14h – Palestra: Sistemas Flexíveis de Produção Florestal
Palestrante: Empresa RS Florestal
15h - Encerramento