Polí­tica

Foto: Divulgação Carlos Amastha frisou que serão investidos mais de R$ 150 milhões. Carlos Amastha frisou que serão investidos mais de R$ 150 milhões.

O grupo supra-partidário formado por vários partidos da base do prefeito Raul Filho (PT) e coordenado pelo empresário Carlos Amastha fará um ato simbólico para oficializar a formação. O evento deve acontecer nas próximas 48 horas como informou Amastha ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 29.

O documento de formação com assinatura dos representantes dos partidos já foi aprovado. Estão no grupo o PT, PCdoB, PTN, PDT, PSB, dentre outros. O PV do deputado estadual e pré-candidato Marcelo Lelis pode também participar das discussões do grupo. “O Lelis é o mais forte, nas pesquisas ele está disparado”, completou.

O grupo pretende traçar um plano de metas e prioridades para as demandas da capital o que deverá incluir também na discussão associações, federações e demais entidades representativas.

Filiação

O empresário afirmou que a conversa com o PT para possível filiação não avançou. Os vereadores do PT, partido pelo qual o empresário já declarou preferência, criticaram um ingresso na legenda apenas visando uma candidatura. “Concordo plenamente”, ponderou sobre o posicionamento dos vereadores. “Qual necessidade se não for para me candidatar? Não seria melhor para mim ficar sem partido?”, questionou o empresário que disse se sentir mais à vontade para estar à frente das discussões se estiver sem Partido. A previsão para escolha de um novo Partido continua sendo para setembro.

Mesmo o grupo tendo na maioria representantes de partidos contra o governador Siqueira Campos (PSDB), Amastha frisou que a intenção maior é a discussão e não desavenças políticas. “O grupo é para debater a cidade. Não faço nenhuma crítica ao governador Siqueira Campos”, disse.