Polí­tica

Foto: Divulgação Presidente do PMDB garantiu indicação Presidente do PMDB garantiu indicação

O ex-presidente do Instituto de Terras do Tocantins (Itertins) e ex-deputado estadual, Onofre Marques de Melo, que foi indicado para a superintendência da Funasa no Tocantins deve mesmo assumir o cargo.

A indicação foi do PMDB com aval da bancada dos deputados estaduais do partido.”Está tudo programado para sair, só falta a publicação do nome dele”, afirmou ao Conexão Tocantins na manhã desta quinta-feira, 1º, o presidente regional do PMDB e deputado federal do partido, Júnior Coimbra.

Como averiguou o Conexão Tocantins Onofre tem o nome na Lista Suja do Trabalho escravo do do Ministério do Trabalho e Emprego.Na lista Onofre é o número 160 e o motivo foi o registro de uma ocorrência trabalhista na fazenda Água Roxa em Ananás, no norte do Tocantins.

Segundo Coimbra a inclusão do nome de Onofre na lista foi um equívoco. “Aquilo foi um mal entendido ele já entrou com um recurso e o nome dele já vai ser tirado da lista”, frisou. Os nomes indicados pelo PMDB para a Conab, Vilmondes de Castro Macedo e delegacia federal da Agricultura no Estado,Jalbas Aires Manduca também devem sair nos próximos dias.

Não há impedimento legal para que Onofre assuma o cargo mesmo com o nome na lista.Outros nomes do Tocantins estão na lista suja do trabalho escravo.

Repercussão

A indicação de Onofre repercutiu ainda no Blog do Jornalista Leonardo Sakamoto que chegoua até a afirmar que o ex-presidente do Itertins articulou para que o nome não fosse incluído na lista suja.

No ano passado, conforme lembrou o Blog, a presidente Dilma Rousseff e alguns candidatos a governadores assinaram uma Carta-Compromisso contra o Trabalho Escravo, prometendo exonerar de cargos públicos qualquer pessoa que tenha se beneficiado de trabalho-escravo.