Campo

Foto: Joatan Silva

O secretário executivo da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Ruiter Padua, participou na tarde desta terça-feira, 13, do I Entecfruti – Encontro Técnico de Fruticultura e Irrigação, realizado no Projeto São João. Destinado a produtores de hortifrutigranjeiros, o evento contou com palestras sobre tecnologia em irrigação, nutrição de plantas e sobre o manejo da cultura do maracujá.

Para o secretário executivo, o Tocantins possui amplo potencial para a expansão da fruticultura, em função da disponibilidade de terras cultiváveis e dos projetos de irrigação, como o Manuel Alves e o São João e o Governo do Estado tem como objetivo colocar os projetos para produzirem com toda sua capacidade no menor prazo possível. “A Seagro tem participado e apoiado eventos técnicos como este, que além de proporcionar novos conhecimentos são apresentadas ainda as novas tecnologias”, frisou Padua.

De acordo com o secretário executivo, as dificuldades ainda existem, principalmente com relação a energia elétrica em alguns lotes. Ele informou que a Seagro já está em contato com o Ministério da Integração para que as pendências sejam sanadas. “Estamos também buscando estruturar a Ceasa para comercializar a produção, distribuindo e abastecendo o mercado, especialmente o tocantinense”, completou.

Palestrante no evento, o engenheiro agrônomo da cidade de Araguari (MG), José Rafael é especialista em manejo da cultura do maracujá. Segundo ele, após visitar as plantações do São João constatou que é uma cultura positiva para a região. “As plantas estão com boa sanidade e com produtividade razoável, para melhorar é preciso fazer algumas correções nas técnicas de manejo. Para os produtores alcançarem uma produção com lucratividade é preciso acreditar, procurar e utilizar as tecnologias disponíveis da maneira correta”, acrescentou.

O Encontro Técnico foi realizado pela empresa TecFruti, de Palmas. De acordo com o sócio diretor, Walter Brito, a empresa está no mercado há dois anos, com foco nos projetos de irrigação São João e Manuel Alves e pretende fazer encontros técnicos periodicamente, sempre trazendo especialistas nas áreas do setor de hortifrutigranjeiros, como tecnologia de aplicação, assistência técnica, gerenciamento agrícola, entre outros. “Futuramente pretendemos também trabalhar na comercialização. Sabemos que existe uma grande demanda local, mas como temos projeto de implantar uma agroindústria focaremos também no mercado externo”, adiantou Brito. (Ascom Seagro)