Polí­tica

Foto: Divulgação

O Sindicato dos servidores públicos do Estado começou uma campanha negativa contra o governo estadual reivindicando pagamento de progressões. O benefício, segundo o Sisepe, não foi concedido a 1400 servidores que tem direito.

A mobilização requer o pagamento para os servidores (717 segundo o Sisepe) que já atingiram o final da tabela. “Nãos ó os do fim de tabela as progressões de quem tem tabela desde abril e cumpriu todos os requisitos necessários até agora o governo não tomou nenhuma medida”, salientou o presidente Cleiton Pinheiro em entrevista ao Conexão Tocantins nesta terça-feira, 20.

O presidente argumenta que o governo não deu nenhuma justificativa até o momento sobre o assunto. No entanto, a Secretaria de comunicação já informou que o governador Siqueira Campos fez uma determinação para que nenhum gasto a mais seja feito com despesas de pessoal.

Para o sindicato, a justificativa de contenção de despesas não se aplica no assunto. “Esse benefício está orçamentariamente previsto. Frustação de receita não justifica isso”, disse.

O Sindicato começou com uma campanha na TV contra o governo e alegando que o governador não está cumprindo o que prometeu ainda em período de campanha com relação ao direito dos servidores. “O governo não está cumprindo com o que prometeu no período eleitoral”, frisou.

A campanha negativa distribuirá ainda camisetas sobre o assunto e também adesivos para carros dos servidores. Vários outdoors também serão distribuídos pela cidade, segundo informou o presidente.