Polí­tica

Foto: Divulgação

O vereador de Palmas e líder do prefeito na Câmara, Milton Neris salientou ao Conexão Tocantins que irá deixar o PT por não concordar com o posicionamento do partido com relação ao governo de Siqueira Campos(PSDB).

“Não posso aceitar um PT que sempre militou na esquerda hoje estando com um governo ditatorial”, frisou. Segundo o vereador a direção do partido que tem Donizeti Nogueira no comando está fazendo negociatas com o governo em busca de cargos e outros privilégios.

Outro motivo para sua saída é o não cumprimento, segundo ele, de acordo feito em reunião na semana passada para que o ex-candidato a deputado federal José Messias fosse o presidente metropolitano da legenda. “Fizemos um consenso em nome da maioria e depois mudaram o acordo”, frisou.

O vereador salientou frisou que irá para um partido da base do prefeito de Palmas, Raul Filho (PT) e negou ter preferência para ir para o PSD.

“Não vou ficar de joelho no PT no sentido de me submeter aos caprichos de um grupo que não respeita o partido”, frisou.

O vereador se referiu ao presidente regional da legenda como “Deusnizete”, criticando assim a conduta do petista à frente da legenda.

Citando ainda os motivos de sua insatisfação com o PT, Neris relembrou ainda a eleição para a mesa diretora da Assembleia Legislativa na qual os deputados do partido não apoiaram a candidatura da deputada da sigla, Solange Duailibe.