Polí­tica

Foto: Divulgação

A prefeita Carla Cristina (PSDB) depois de muita resistência a deixar o cargo concordou em se afastar da Prefeitura de Luzinópolis atendendo assim determinação dos vereadores. Por 7 a 2 os parlamentares votaram pelo afastamento alegando que a gestora estava atrapalhando as investigações de uma CPI que está em andamento no município.

A prefeita afastada chegou a fazer um comunicado à Câmara informando que não iria acatar a decisão alegando inconstitucionalidade na medida.

O vice-prefeito, José de Arimateia (PT) foi empossado no sábado, 1º e deve ficar no cargo por 90 dias. Para o vereador João Luíz Araújo (PP), a partir de agora as investigações devem ter prosseguimento. “Teremos melhor acesso às informações agora”, salientou ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 3.

Dentre as acusações contra a gestão está o extravio de documentos que comprovam despesas do município.