Polí­tica

Foto: Gleydson Medeiros

O vereador de Palmas, Bismarque do Movimento confirmou ao Conexão Tocantins que desistiu da disputa pela presidência do diretório do PT em Palmas no PEDEX (Processo de Eleição Direta Extraordinária). O parlamentar apóia agora o presidente da Câmara Ivory de Lira que mantém o nome.

Disputam com Ivory , José Pierre Armond, Maria Vanir Ilidio e Milne Freitas, já que as demais candidaturas foram retiradas, segundo o vereador.

Para Bismarque, Ivory é o mais preparado para assumir o diretório. “Achei melhor retirar porque acho importante que o partido esteja forte e unido a gente percebe que essa presidência terá um papel muito importante para as eleições do próximo ano”, salientou.

“A gente acredita que o Ivory está preparado no PT tanto internamente como externamente para conduzir o processo eleitoral”, completou Bismarque. O parlamentar frisou que Ivory tem um bom relacionamento com os partidos aliados além de ser próximo do prefeito de Palmas, Raul Filho. “O prefeito precisa ficar mais à vontade”, disse.

Cerca de 2800 pessoas estão aptas a votar na eleição que acontecerá dia 30 de outubro, O debate com a plataforma de propostas de cada candidato será dia 21 na Câmara. Divino Mariosan é o atual presidente da comissão provisória do partido na capital.

Impasse

Há algumas semanas numa reunião com presença do prefeito Raul e representantes de maioria das tendências o partido acordou em lançar o nome do ex-candidato a deputado federal José Messias. No entanto, a direção da legenda alegou que não houve acordo para isso. A situação levou inclusive à saída de José Messias da legenda. A deputada Solange Duailibe também apontou que faltou cumprimento do acordo feito na reunião entre os líderes do partido.