Estado

Foto: Luciano Ribeiro

O governador Siqueira Campos e o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, inauguram no próximo dia 21, a Ponte Imigrantes Nordestinos Padre Cícero José de Sousa, que ligará as cidades de Lajeado e Miracema do Tocantins. A solenidade acontece a partir das 10 horas e vai contar com a presença de diversas autoridades.

A Ponte, construída sobre o Rio Tocantins, a 50 km de Palmas, possui 610 metros de extensão e 16 metros de largura. A obra vai unir as TO’s 010 e 445 e para sua construção foram investidos recursos estaduais e federais, que somam aproximadamente R$ 100 milhões.

O nome dado à obra faz uma homenagem aos imigrantes nordestinos, que tanto contribuíram e contribuem com o desenvolvimento do Tocantins, a exemplo, de padre Cícero José de Sousa, que se destacou por seu trabalho de caridade em prol do desenvolvimento sócio-econômico do Estado.

Padre Cícero José de Sousa

Padre Cícero nasceu em 16 de dezembro de 1922, em Filadélfia (TO). Depois de seus estudos seminarísticos em Belo Horizonte (MG), entre os anos de 1941-1951, Dom Alano M. Du Noday o ordenou presbítero no dia 22 de setembro de 1951 em Porto Nacional. Ele exerceu o ministério pastoral em Pedro Afonso, Miracema do Tocantins, Miranorte, Guaraí e ultimamente em Miracema. Ele tomou posse da Paróquia Santa Terezinha em Miracema em 1960 e logo fundou o Ginásio Tocantins. Foi professor de Matemática, Latim, Música e Pedagogia nas cidades por onde passou.

Com a criação da Prelazia de Miracema em 11 de outubro de 1966, Padre Cícero passou a ser membro oficial da Igreja Particular da Miracema, junto com os Padres Pedro Pereira Piagem e Rui Cavalcante Barbosa. Dom Jaime Collins foi nomeado Prelado de Miracema do Tocantins em 15 de agosto de 1967. A Prelazia tornou-se Diocese em 1981. Padre Cícero celebrou seu júbilo após 50 anos de padre, aposentando dos cargos pastorais. Portanto, continuou auxiliando o vigário nas capelas Santo Antônio e São José e na Paróquia Nossa senhora da Conceição, em Miracema. Ele escreveu um livro sobre Dom Alano M. Du Noday, Bispo de Porto Nacional, e em 2004 lançou o livro “Miracema do Tocantins: Sombras e Luzes”. Padre Cícero faleceu no dia 21 de dezembro de 2008, em Miracema, e durante sua despedida era notável o carinho do povo, do bispo, dos padres e seminaristas que o cercavam.