Economia

Foto: Nacim Borges / Ascom Conceltins

O presidente do Conselho de Consumidores de Energia Elétrica do Tocantins (Conceltins), Jairo Soares Mariano, comentou a decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que definiu que a remuneração para os acionistas das distribuidoras vai cair dos atuais 9,95% para 7,5%, queda que será repassada para a conta de energia de residências e empresas. A taxa será usada no cálculo dos reajustes das tarifas de energia nos próximos cinco anos.

Para Jairo Mariano, essa mudança é fruto do trabalho dos Conselhos de Consumidores de Energia Elétrica de todo o Brasil e do Congresso Nacional que realizam ações efetivas e tem feito cobranças a Aneel. “Essa medidada da Aneel é válida, mas reiteramos a necessidade de mudanças maiores na legislação vigente, como por exemplo, a mudança na metodologia de definição das tarifas, como também, a redução da carga tributária incidente sobre a conta de energia”, disse Jairo Mariano, garantindo que o Conceltins continuará fiscalizando e contribuindo com todo tipo de ação que vise diminuir as tarifas cobradas e a melhoria da energia elétrica disponibilizada aos consumidores tocantinenses.

“O novo modelo que queremos, exigirá mais qualidade nos serviços prestados e o consumidor poderá ser beneficiado com aumentos mais modestos da tarifa de energia ou que é melhor, a redução da mesma”, finalizou Jairo Mariano. (Ascom Conceltins)