Geral

Foto: Esequias Araujo

O mundo está próximo a se unir em uma corrente de pensamento em lembrança às vítimas de acidentes de trânsito, recordando as que perderam a vida e aquelas que hoje levam seus dias com limitação, carregando sequelas físicas, neurológicas e psicológicas. O dia 21 de novembro é o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito. Para celebrar o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito, o Detran fará uma programação especial.

Só em mortos, o Tocantins contabilizou 507 vítimas de acidentes em 2010, segundo dados do Ministério da Saúde. Deste total, 29%, ou 147 pessoas, são motociclistas. São, principalmente, jovens, que deixam uma lacuna em suas famílias e reduzem a força de trabalho do Estado e do país. Além do mais, são acidentados que, em geral, requerem tratamento médico especializado e por período mais longo, onerando e colaborando para a lotação do sistema de saúde. Em síntese, são perdas reais que atingem toda a sociedade, em diversos aspectos. E que, na maioria das vezes, poderiam ser evitadas.

Conscientização
Órgão responsável pela gestão do trânsito no Estado, o Detran (TO) reconhece o problema e está trabalhando para solucioná-lo, mas aponta que os resultados não poderão ser sentidos de imediato.

“Entre as várias causas dos acidentes de trânsito, a mais comum é a imprudência dos motoristas, incluindo o excesso de velocidade e o uso do álcool. Por isso, a solução desse problema tem que passar pela conscientização do condutor, um trabalho que é contínuo e de longo prazo”, explicou o diretor geral do Detran (TO), coronel Júlio César Mamede. Como retrato dessa imprudência, 43.062 multas de trânsito foram aplicadas no Estado apenas no primeiro semestre deste ano.

Em termos de conscientização, o Detran vem intensificando seu trabalho em duas frentes: em caráter preventivo, com a educação para o trânsito; e em caráter punitivo, com a fiscalização, por meio de blitzen realizadas em todo o Estado, através da Operação Trânsito Seguro. Em termos de educação para o trânsito, são ações que atingem pessoas de todas as idades e segmentos, e que se ampliarão em 2012, chegando às instituições de ensino de nível fundamental, médio e superior.

Outro ponto destacado pelo gestor do Detran é a melhoria na formação dos condutores. Isto garantido por meio da resolução no 1.700 do órgão, que traz mais rigor para o funcionamento dos Centros de Formação de Condutores (CFCs) a partir de fevereiro de 2012, inclusive quanto a aspectos pedagógicos. No Tocantins, existem cerca de 120 CFCs em funcionamento.

Data
O Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito foi constituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2005, estabelecido para o terceiro domingo do mês de novembro, quando são homenageadas as vítimas fatais de acidentes de trânsito, suas famílias e todos aqueles que, de alguma forma, tiveram suas vidas afetadas por essas ocorrências. (Ascom Detran)