Estado

Foto: Divulgação Arrhenius Naves explica mudanças na instituição Arrhenius Naves explica mudanças na instituição

A Redesat deve passar por mudanças significativas depois que ganhou uma Fundação apenas em janeiro do próximo ano, como estima o secretário de Comunicação do Estado, Arrhenius Naves nesta quarta-feira, 30 ao Conexão Tocantins.

A Assembleia Legislativa aprovou no dia 9 de novembro deste ano a criação da Fundação Radio Educativa do Estado. Como uma autarquia de direito público a Redesat já receberá por exemplo dotação orçamentária para 2012 que estará prevista na Lei Orçamentária Anual.

“A Redesat já está imbutida no orçamento, já conta recurso para a fundação”, confirmou o secretário. A emissora era vinculada à Secretaria de Ciência e Tecnologia e com a fonte de recurso próprio poderá contrair empréstimos e até financiamentos para digitalização do sinal da emissora, por exemplo.

“Nós queremos começar janeiro com a fundação pronta. A Redesat sempre foi o patinho feio da história e com essa mudaça vai poder produzir todo o conteúdo na linha educacional e informativa e não mais terceirizar as produções”, argumentou Arrhenius.

Depois da aprovação, o governo está montando o estatuto da Fundação bem como a estruturação dos conselhos administrativos e fiscais da instituição. O próximo passo será a criação de um CNPJ.

Junto com a autonomia financeira o secretário acredita que a Redesat poderá passar por uma transformação na estrutura. “A gestão vai ficar mais simplificada. Vai ter facilidade de melhoria de equipamento, de programação. A emissora vai poder passar a ter parceria com as próprias secretarias para programas específicos”, citou.