Polí­tica

O vereador José do Lago Folha Filho (PTN) usou a tribuna na sessão desta terça-feira, 6, para explanar a sua preocupação sobre os loteamentos irregulares no entorno de Palmas. “Eu andei visitando esses loteamentos e pude ver o clamor daquele povo pela zona de expansão do plano diretor. É preciso que seja criada essa zona de expansão para beneficiar os moradores desses loteamentos”, disse.

Fernando Rezende (DEM) concordou com o posicionamento de Folha e lembrou a falta de infra-estrutura básica que os moradores sofrem nos loteamentos irregulares. “Nós temos que pensar que devemos respeitar essa região de loteamentos irregulares. Até o momento não vemos nenhuma proposta melhor que a criação da zona de expansão”, afirmou.

É inaceitável que se tente resolver apenas alguns pontos negativos da nossa cidade sem resolver o todo. Temos que olhar para o todo e buscar uma solução, para que não tenhamos problemas futuros, disse o vereador Norton Rubens (PRTB).

Milton Neris (PT) reforçou o pedido de uma audiência com o governador Siqueira Campos (PSDB) para expor os problemas dos moradores desses loteamentos. “Junto com o Governo do Estado podemos estabelecer parcerias para dar melhores condições para o cidadão ter o seu terreno aqui dentro do plano diretor”, disse.

Bismarque do Movimento (PT) reafirmou o seu posicionamento contra a zona de expansão e defendeu o adensamento das áreas livres, a aplicação do imposto progressivo e a criação das Zeis – Zona Especial de Interesse Social.

Já o vereador Lúcio Campelo (PR) disse que é preciso planejar a cidade para o futuro e não lamentar os erros feitos no passado. “É preciso levar em consideração que daqui a 20 anos a cidade estará muito mais populosa e é preciso ter um planejamento mais eficiente”. (Dicom CMP)