Polí­tica

Foto: Divulgação

O ministro das Comunicações Paulo Bernardo confirmou nesta quarta-feira, 7, a presença em Palmas para referendar a autorização para a consignação do canal aberto para TV Digital na Assembleia Legislativa do Estado, em parceria com a TV Câmara, para a instalação da TV Assembleia no Tocantins. A data ainda vai ser confirmada, mas já está certo que será ainda este ano.

O Primeiro Secretário da Câmara deputado Eduardo Gomes (PSDB) esteve com o secretário de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações, Genildo Lins, quando ficou confirmada a participação de Palmas entre as primeiras capitais do Brasil que terão a TV Assembleia, devendo entrar em funcionamento no primeiro semestre do próximo ano. Ele estava acompanhado da secretária de Comunicação da Câmara, Sueli Navarro e da gerente de projetos da TV Digital da Câmara dos Deputados, Evelin Maciel.

A exemplo do que já acontece em outras capitais como São Paulo e Brasília, a Assembleia Legislativa do Tocantins terá sua programação transmitida em canal aberto e sinal digital a partir de 2012. O convênio de cooperação técnica com a TV Câmara, canal legislativo da Câmara dos Deputados, que deverá ser assinado ainda em dezembro, vai permitir que todo o procedimento técnico para a instalação dos equipamentos tenha início. Após a assinatura do convênio, o próximo passo será a licitação para a compra dos equipamentos. “É importante destacar que o canal aberto terá multiprogramação 24 horas paras as TVs das Câmaras Municipais, Câmara dos Deputados, Senado e Assembleias”, explicou Evelin Maciel.

Segundo o deputado Eduardo Gomes, as TVs Legislativas trouxeram um novo conceito de representação popular e o aumento do controle social do Parlamento e a intenção é ampliar o sinal da TV Câmara para todas as capitais brasileiras o que faz parte de uma política de fortalecimento das ferramentas de relacionamento do Legislativo com a sociedade. A secretária de Comunicação da Câmara, Sueli Navarro, disse que a implantação das TVs Assembleia significa a consolidação da democracia no Brasil. “Estamos colocando ao vivo as discussões do Plenário, que é um grande ambiente democrático com defensores de todas as ideias e interesses da sociedade”, disse. Segundo ela, os mecanismos de interatividade a serem implantados permitirão cada vez mais a participação da sociedade nas decisões da Câmara. (Assessoria de Imprensa).