Palmas

Foto: Fernando Alves

Na tarde dessa terça-feira, 13, o prefeito Raul Filho empossou os novos membros do Conselho Municipal da Assistência Social para a gestão 2011-2013. O evento aconteceu no auditório do Paço Municipal. Os novos 24 conselheiros são responsáveis por fazer o controle e a fiscalização de todas as ações da política de assistência social do município de Palmas.

Durante a solenidade, o prefeito Raul Filho enfatizou a competência e abrangência legal da ação dos conselheiros, como principal mecanismo de controle social das políticas públicas. “Quero parabenizar os conselheiros, que estão encerrando o mandato, pela participação marcante que tiveram ao longo desse período e também saudar os novos membros do conselho que tomam posse neste momento, lembrando que vocês são co-participantes cabendo a cada um a responsabilidade para a deliberação de novas diretrizes”, enfatizou o prefeito.

O secretário de Desenvolvimento Social, Robledo Suarte, afirmou que a missão desses novos conselheiros é fortalecer e qualificar os serviços socioassistenciais. “Este é um momento importante para o CMAS, onde o Conselho está em processo de renovação, com avanços e conquistas na área social, com ênfase ao conceito de democracia, ética e transparência na questão pública em beneficio do fortalecimento das ações sociais deste governo”, ressaltou Suarte.

A presidente do CMAS, Luiza de Sousa Silva, destacou que os novos membros devem participar ativamente das reuniões, pois são dessas reuniões que são tomadas decisões importantes para o desenvolvimento do município. “É importante que o conselho esteja comprometido com o social, através de fiscalização, propondo novas medidas para o aperfeiçoamento da organização e funcionamento dos serviços prestados na área de assistência social e passem a se preocupar com a coletividade despindo-se de interesses pessoais”, destacou Luiza.

Conselho Municipal de Assistência Social

É um órgão deliberativo, consultivo, de caráter permanente e de âmbito municipal da política pública de assistência social. Tem um regimento interno próprio e é vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Social que participa ativamente de todos os projetos que envolvem o setor. (Ascop)