Polí­tica

Foto: Divulgação Clenan Renaut de Melo Pereira é procurador geral de justiça Clenan Renaut de Melo Pereira é procurador geral de justiça

Após ser aberta, a sessão ordinária da manhã desta quarta-feira, 14, foi suspensa pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Raimundo Moreira (PSDB). O motivo destacado por ele foi uma reunião suprapartidária na sala VIP da Casa, para definirem as questões das emendas apresentadas pelos deputados à Lei Orçamentária Anual (LOA).

Além dos parlamentares a reunião ainda contou com a presença do procurador geral de Justiça, o procurador Geral de Justiça do Ministério Público Estadual, Clenan Ranaut de Melo Pereira, que veio ao parlamento para, de acordo com a deputada Josi Nunes (PMDB), tentar sensibilizar o líder de governo, deputado José Bonifácio (PR) a intervir pela aprovação do índice de R$ 120 milhões pedido pela entidade.

O relator da matéria, deputado Osires Damaso (DEM) já havia informado ao Conexão Tocantins, na última semana, que o governo estava resistente em remanejar recursos dentro da LOA para que as demandas sejam atendidas. A informação foi confirmada pela deputada do PMDB na manhã de hoje. “O governo sinalizou que não quer mexer em nada na lei”, disse.

Emendas

Durante reunião da Comissão de Finanças na tarde de ontem, foram apresentadas 31 emendas de autoria dos deputados Eli Borges, José Roberto Forzani, José Geraldo de Melo Oliveira, além de duas assinadas em conjunto pela bancada de oposição. No entanto, a matéria ficou travada no parlamento depois que o deputado José Augusto Pugliese (PMDB), em conjunto com o deputado José Geraldo (PTB), pediu vistas da matéria.

A expectativa, de acordo com o deputado José Bonifácio é que o orçamento seja votado ainda na sessão de hoje. Caso isso não aconteça, a meta é votar a matéria no dia 22, ou depois do natal, no dia 27 deste mês.