Polí­tica

Foto: Divulgação Senador Walter Pinheiro é o relator do PPA Senador Walter Pinheiro é o relator do PPA

O senador e coordenador da bancada do Tocantins, João Ribeiro apresentou 10 emendas ao Plano Plurianual da União e cinco em nome da bancada federal do Estado mas todas foram rejeitadas conforme relatório do relator Valter Pinheiro (PT-BA). O PPA planeja ações para cinco anos.

Procurada pelo Conexão Tocantins a assessoria do senador João Ribeiro informou que o republicano vai se reunir ainda hoje antes da votação do PPA com o relator para tentar contornar o impasse. “Vou destacar todas as emendas da bancada para defendê-las pessoalmente junto ao relator Valter Pinheiro”, salientou o senador ao Conexão Tocantins. A votação do PPA está marcada para hoje.Conforme apurou o Conexão Tocantins a rejeição pode ter sido motivada por questões burocráticas na apresentação das emendas.

A bancada de federais do Estado encaminhou emendas para Construção do Hospital Geral de Araguaina e da Ponte de Porto Nacional sobre o Rio Tocantins, para Adequação de Rodovias Federais no Estado do Tocantins e também solicitando apoio a Projetos de Infra-estrutura Urbana nos municípios do Estado. Outra emenda da bancada foi a de apoio a Projetos de Agricultura Irrigada, também rejeitada.

A emenda rejeitada do senador, número 20145001 trata de apoio para projetos de Infra-Estrutura turística no Estado, já a 2045002 trata da construção de hospitais escola no Estado. A emenda 2045003 visava a implantação de obras de Infra-Estrutura hídrica no Estado e a 20045004 trata da construção do Rio Tocantins sobre Filadélfia.

A implantação de obras de macrodrenagem foi o alvo da emenda 2045005 apresentada pelo senador que pediu ainda apoio para implantação de centros de combate ao crack (emenda 2045006), adequação de rodovias (emenda 2045007), adequação de travessias urbanas (emenda 2045008).A construção da Ponte de Porto foi pedida através da emenda 2045009 e a do Hospital de Araguaina, a 2045010.

Aprovadas

O deputado federal Angelo Agnolin (PDT) teve duas emendas aprovadas no PPA.Uma delas prevê a instalação de 27 unidades demonstrativas de aquicultura em tanques-rede e a outra refere-se a inclusão de 49 municípios ao programa “Água Para Todos” do Governo Federal que regulariza a oferta de água para os sistemas de abastecimento. Agnolin apresentou 7 no total.A deputada Dorinha Seabra (DEM) também teve uma emenda aprovada.

Lázaro Botelho (PP), Irajá Abreu (PSD) e Eduardo Gomes (PSDB) não conseguiram aprovar nenhuma. César Halum (PSD), Laurez Moreira (PSB) e Júnior Coimbra (PMDB) não apresentaram emendas.