Polí­tica

O vereador de Palmas e líder do prefeito na Câmara, Milton Neris enfrenta na justiça impasse para conseguir se manter no mandato já que o PT pediu no Tribunal Regional Eleitoral a cassação do mandato do parlamentar que migrou para o PR do senador João Ribeiro.

O PT alega infidelidade partidária e solicitou inclusive a perda imediata do mandato do vereador mas o relator do caso, juiz Marcelo Albernaz indeferiu o pedido.

As três testemunhas de Neris serão ouvidas na próxima semana.O vereador anexou vários documentos para tentar provar que estava sendo perseguido no partido e que a única saída foi deixar a legenda temendo não ter espaço para tentar reeleição em 2012.

O primeiro suplente é o chefe de gabinete do prefeito Raul Filho, Rilton Faria.Procurado pelo Conexão Tocantins para comentar o assunto o vereador afirmou que aguarda e confia na decisão da justiça. “Confio na justiça e tenho fé me Deus que sairemos vitoriosos”, comentou.

Além de Neris, mudaram de partido também na Câmara de Palmas, Valdemar Júnior (PSD), Aurismar Cavalcante (PP), Norton Rubens (PRTB), Jucelino Rodrigues (PTC) e José Hermes Damaso que também foi para os quadros do PR.Nenhum deles enfrenta processo na justiça.