Esporte

Foto: Divulgação Ademilso, do São Paulo no chute que conferiu mais um gol contra o Palmas Ademilso, do São Paulo no chute que conferiu mais um gol contra o Palmas

Em busca do seu quarto título, o Tricolorteve uma fácil estreia na edição de 2012 da Copa São Paulo de juniores. Jogando na Arena Barueri, a equipe comandada pelo técnico Zé Sérgio não tomou conhecimento doPalmas-TOe goleou por 10 a 0, em partida disputada na noite desta quarta-feira. É o placar mais elástico do torneio até agora. A marca anterior pertencia ao Corinthians, que, também nesta quarta-feira, havia goleado o Santos-PB por 9 a 0.

Com o resultado, o time assumiu a liderança do Grupo U, com três pontos, mesma pontuação do Barueri, que venceu o Sergipe por 1 a 0. A equipe do Morumbi, no entanto, leva vantagem por ter melhor saldo de gols. O destaque da partida foi o atacante Ademilson, que marcou três gols e ainda sofreu um pênalti.

Tão logo a partida começou em Barueri, o São Paulo foi para cima do adversário. Com o presidente, Juvenal Juvêncio, o diretor de futebol, Adalberto Baptista, o auxiliar Milton Cruz e o técnico Emerson Leão nas arquibancadas, o time precisou de apenas quatro minutos para abrir o placar com Ademilson, que recebeu belo passe de João Filipe e bateu na saída de Gleidson. Dois minutos depois, o mesmo Ademilson foi derrubado na área pelo goleiro rival. Pênalti bem cobrado por Bruno Cantanhede, que fez 2 a 0.

O jogo estava muito fácil. O Tricolorzinho tocava a bola como queria e a toda hora chegava ao gol adversário. Aos 19, Ademilson chutou de fora da área, Gleidson defendeu parcialmente, e Lucas Farias, no rebote, bateu para o gol vazio: 3 a 0. No minuto seguinte, após bela troca de passes, Guilherme Correia, em chute da entrada da área, fez o quarto. Ainda no primeiro tempo, João Filipe, após cobrança de escanteio pela direita, deixou o seu: 5 a 0.

Etapa complementar

O São Paulo seguiu com o controle da partida no segundo tempo. Logo a quatro minutos, o sexto gol só não saiu porque Gleidson fez bela defesa em chute de Bruno Cantanhede. Aos nove, Mirray, cara a cara com o goleiro, chutou à esquerda da meta rival. Aos 12, no entanto, não teve jeito, e Ademilson, de carrinho, marcou o sexto gol, após chute de Bruno Cantanhede e defesa do goleiro rival. Sete minutos depois, o camisa 9, em noite inspirada, aproveitou cobrança de escanteio de Lucas Farias e, de cabeça, fez o sétimo da equipe, o seu terceiro no duelo. Aos 27, Hugo Rodrigues, que havia acabado de entrar na vaga de Mirray, aproveitou falha da defesa rival e fez o oitavo.

Aos 39, mais um gol são-paulino. Desta vez, o goleiro Gleidson contribuiu bastante, já que tentou driblar o atacante Bruno Cantanhede, que roubou a bola e, na sequência, só teve o trabalho de empurrar a bola para o gol vazio: 9 a 0. Para completar a festa são-paulina, João Filipe, em chute de fora da área, marcou o décimo aos 42.

Próximos jogos

Os dois times voltarão a campo no final de semana. No sábado, o Palmas irá em busca da reabilitação diante do Barueri, às 19h, na Arena Barueri. Às 21h, o São Paulo buscará sua segunda vitória na competição contra o Sergipe. (goboesporte.com)