Educação

Os mais de 11 mil e 200 professores da rede estadual d ensino receberão reajuste de 7,29% nos salários a partir deste mês, segundo informou a Seduc. O piso salarial destes profissionais, que já era o segundo maior do País, passará de R$ 2.854,51 para R.062,60, para professor da educação básica e gestor educacional; e de R$ 1.239,31 para R$ 1.329,65, para os normalistas. O reajuste foi baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) registrado entre outubro de 2010 e setembro de 2011, com a participação do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Tocantins (Sintet).

De acordo com a diretoria de Gestão de Pessoal da Secretaria Estadual da Educação (Seduc), o aumento será aplicado para educadores de todos os níveis, incluindo aqueles que atuam nas escolas indígenas como professores auxiliares. Os 159 educadores do cadastro de reserva do concurso de 2009, que serão convocados nos próximos dias, também terão direito ao benefício.

Com o reajuste, o piso salarial dos professores do Estado terá uma diferença de apenas R$ 338,00 em relação o pago pelo Distrito Federal, primeiro da lista. Segundo o secretário estadual da Educação, Danilo de Melo Sousa, o aumento salarial é mais uma das ações do Governo do Estado com o objetivo de valorizar os profissionais da Educação e melhorar a qualidade do ensino ofertado no Tocantins. (Ascom Seduc)