Meio Ambiente

Foto: Divulgação

A Companhia Independente da Polícia Militar Ambiental - Cipama, divulgou nesta quinta-feira, dia 26, o balanço das ações desenvolvidas durante este mês de janeiro, no combate a prática de crimes ambientais que resultaram em diversas ocorrências registradas pelos militares ambientais na região do Bico do Papagaio, neste Estado do Tocantins.

Durante barreira policial realizada no ultimo dia 06, na divisa do Tocantins com o Pará os policiais militares ambientais abordaram um ônibus da empresa Janjoy, onde localizaram um tatu abatido. A mulher que estava com a caça foi multada em R$ 1.742,50, em seguida foi feita a inutilização do produto apreendido.

Naquele mesmo local, na Rodovia Transamazônica, divisa do Tocantins com o Pará, os militares da Cipama juntamente com os da 4ª CIPM – Companhia Independente da Polícia Militar abordaram uma van, onde viajavam dois suspeitos de furto ocorrido na cidade de Augustinópolis (TO). Com eles foram encontradas duas bolsas contendo vários objetos de uso feminino lacrados e etiquetados, além de uma bolsa com várias chaves de boca e fenda e um tesourão tipo turquesa de cortar cadeados. Os autores confessaram que os produtos lacrados foram furtados na cidade de Rio Maria-PA, em seguida foram ambos conduzidos pelos policiais da 4ª CIPM para a Delegacia de Polícia Civil daquele município.

Ainda nesta quarta-feira, dia 25, quando policiais do Destacamento da Cipama de Araguatins realizavam abordagens de fiscalização com fins de educação ambiental, constataram que J.C.Santos e J.G.Silva transportavam ilegalmente dois pássaros da fauna silvestre conhecidos como curiós. Ambos foram multados individualmente em R$ 500,00 e as aves apreendidas.

Neste mesmo dia, 25, na BR-230, foi feita a apreensão de quatro pássaros da fauna brasileira conhecidos popularmente por Mandarins, que eram transportados sem autorização do órgão ambiental competente. Os pássaros estavam em poder de L. B. da Silva. Diante dos fatos, foram confeccionados os autos de infração no valor de R$ 2.000,00 e feita a apreensão das aves.

O comandante da Cipama -- tenente coronel Félix Francisco dos Santos Neto, orienta as pessoas a não cometerem crimes ambientais, “pois o meio ambiente saudável somos nós que o fazemos e as ações de hoje serão heranças para o futuro. As ações da Cipama permanecerão intensificadas durante o ano e manteremos o policiamento reforçado durante todos os finais de semana, visando desta forma, inibir e coibir ações lesivas ao meio ambiente”, afirma Ten Cel Félix. (Ascom Cipama)