Economia

Foto: Aldemar Ribeiro Governo pretende aproximar bancos e empresários para alavancar economia local Governo pretende aproximar bancos e empresários para alavancar economia local

O Governo do Tocantins, através da Secretaria Estadual das Oportunidades e em parceria com a Associação Comercial e Industrial de Palmas (ACIPA,) promove na segunda-feira, 30, às 19h, no auditório do Palácio Araguaia, o encontro “Caminhos para Novos Negócios”. Trata-se de uma oportunidade de unir empresários palmenses e representantes dos bancos da Amazônia, do Brasil e Caixa Econômica Federal com o objetivo de promover a aproximação entre os segmentos a fim de alavancar a economia local.

“Em algumas conversas nós detectamos que os bancos têm dinheiro e linhas de crédito para emprestar, pois são as mercadorias deles. Já os empresários, independentemente do seu tamanho, se pequena, micro, média ou grande empresa, têm seus projetos e neles incluem a ampliação, a remodelação ou até algumas novidades, como novos produtos com novo nicho de mercado”, afirmou o secretário das Oportunidades, Omar Henneman. Para ele, o Governo do Estado, no propósito de propiciar melhores condições de vida e renda aos seus habitantes, fará a aproximação entre os setores. “Se deste projeto fizer parte a busca de recursos dos quais o empresário não dispõe, nós estamos aproximando os bancos para neste encontro dizerem quais são as linhas de crédito, as condições e de que forma os empresários podem acessar”, completou Henneman.

Ainda segundo o secretário, a parceria com a Acipa é de extrema importância para a iniciativa. “A Associação Comercial é quem tem a voz ao falar em nome da classe. E, através dela, podemos detectar quais são e onde estão as empresas que mais necessitam deste encontro. E a Acipa fará toda a mobilização necessária para que eles participem do encontro”, destacou.

O secretário informou ainda que o governador Siqueira Campos já determinou que o encontro seja realizado em outras cidades para que chegue a todos os empresários tocantinenses. “Logo estaremos em outros centros com o mesmo objetivo, pois as empresas, tendo acesso aos créditos e ampliando seus negócios, vão gerar oportunidades de trabalho e as indústrias crescerão, girando a economia e, consequentemente, o governo arrecada mais e com isso poderá cuidar cada vez mais e melhor das pessoas”, enfatizou.

Omar Henneman afirmou ainda que vários setores do governo estarão engajados no projeto, como a Secretarias de Indústria e Comércio, inicialmente, e posteriormente a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário.

Participantes

Segundo Omar, neste primeiro encontro podem participar empresários urbanos, como empresas industriais e comerciais de todos os tamanhos, prestadores de serviços, profissionais autônomos e, num segundo momento, o Governo vai articular com os empresários rurais para fomentar a criação de peixe, a irrigação e o agronegócio em geral.