Polí­tica

Foto: Divulgação Barbiero se destacou no final do ano passado com as discussões sobre o plano diretor da capital Barbiero se destacou no final do ano passado com as discussões sobre o plano diretor da capital

O PSB de Palmas vai decidir no dia 11 de fevereiro qual será de fato o pré-candidato da legenda para as eleições municipais de outubro deste ano na capital. O partido vai escolher entre o deputado estadual Wanderlei Barbosa e o reitor da Universidade Federal do Tocantins, Alan Barbiero.

A data foi firmada depois de uma exigência dos pré-candidatos a vereador do partido em Palmas.

“Os filiados do partido querem essa definição logo. Eles alegam que essa indefinição atrapalha na hora de apresentar as propostas”, afirmou o presidente do diretório metropolitano do partido e pré-candidato, Alan Barbiero. A demanda pela definição foi decisão unânime dos candidatos proporcionais do partido.

Neste sábado, 4, a comissão executiva da sigla vai se reunir para começar a definição, conforme informou Barbiero. Desde que o partido lançou o nome dos dois postulantes vários membros relatam pequenas divergências entre Barbosa e Barbiero no entanto o reitor negou que haja atrito entre os dois. “Não há nenhum problema entre eu e o Wanderlei, ele tem muito serviço prestado a Palmas e eu o respeito muito”, ponderou.

Representando a UFT, Barbiero se destacou no final do ano passado com as discussões sobre o plano diretor da capital através dos projetos de lei do Executivo que tramitam na Câmara. Já Barbosa tem mais proximidade com o prefeito de Palmas, Raul Filho. Barbiero deve deixar o cargo de reitor em abril quando serão realizadas as eleições para escolha de um novo reitor.

Em recente entrevista ao Conexão Tocantins o presidente estadual do partido, deputado federal Laurez Moreira disse que deixou a cargo dos dirigentes partidários de Palmas a escolha entre Barbiero e Barbosa.

O Conexão Tocantins tentou até o fechamento desta matéria ouvir o deputado Wanderlei Barbosa sobre o assunto mas infelizmente não obteve sucesso.

Além do PSB no grupo de partidos da base de Raul o PDT, PMDB e PR tem pré-candidaturas lançadas.