Polí­tica

Foto: Aldemar Ribeiro Governador entregou nesta manhã de quarta-feira equipamentos para os policiais Governador entregou nesta manhã de quarta-feira equipamentos para os policiais

O presidente da Associação dos Cabos e Soldados, Geovane Alves dos Santos comentou ao Conexão Tocantins sobre a entrega de equipamentos que o governo fez para a Polícia Militar nesta quarta-feira, 8. Foram entregues 42 motos, 19 bafômetros, 155 coletes antibalísticos, munição e 930 cartilhas segundo o governo. “Essas motos vão ficar paradas. Quem vai usar essas motos? Carros nós já temos vários parados”, salientou.

Há várias semanas a Associação vem questionando as escalas de trabalho proposta para os policiais e ainda a situação das viaturas, conforme mostrado pelo Conexão Tocantins. Outra demanda levantada pela situação é a falta de efetivo nas ruas. O governo estadual informou que está fazendo levantamento para chamar um novo concurso da Polícia Militar, no entanto até o momento não há novas informações. A demanda de efetivo estimada é de mais ou menos seis mil, segundo a Associação.

Fontes do Conexão Tocantins ligadas à Polícia Militar dão como certa uma articulação que visa resultar numa greve. Indagada sobre o assunto a Associação não escartou a possibilidade. “Greve a gente não programa, ela estoura”, disse Santos, lembrando que em vários estados a PM está em estado de greve. “Há uma insatisfação com o Comando. Maus tratos, más condições de trabalho, escalas de trabalho abusivas”, relata o presidente da Associação.

A principal reivindicação da categoria que poderia ser base de uma possível greve é a falta de um plano de carreira. “Nossas reivindicações para o Comando não são atendidas e nem temos um Plano de Carreira”, frisou o presidente. O deputado Sargento Aragão (PPS) foi procurado pela Associação para ajudar a resolver o problema do Plano de Carreira para a categoria.

O Conexão Tocantins está tentando contato com o comandante Geral da PM, Marielton Francisco dos Santos para comentar as reivindicações da Associação que representa mais de 4500 policiais.