Polí­tica

Foto: Divulgação Vicentinho, Carlos Pellegrino, Cláudio Passos na ANAC Vicentinho, Carlos Pellegrino, Cláudio Passos na ANAC

A comissão de Infraestrutura do Senado realizou às 8h30 desta quinta-feira, 8, reunião extraordinária destinada à instalação da Subcomissão da Aviação Civil.

A subcomissão foi criada a partir de requerimento de autoria do senador Vicentinho Alves (PR) no último mês de dezembro de 2011. Após a instalação da subcomissão, que ocorreu às 8h30, foram eleitas a presidência e a vice-presidência do colegiado. Os membros foram indicados pelas lideranças partidárias com base no critério da proporcionalidade. Dessa forma, a subcomissão ficou assim composta:

Bloco de Apoio ao Governo

(Titulares)

Senador Vicentinho Alves (PR);
Senador Walter Pinheiro (PT);

(Suplentes)

Senador José Pimentel (PT)
Senador Delcídio Amaral (PT)

Pelo PMDB

(Titulares)

Senador Vital do Rêgo (PMDB)
Senador Eduardo Braga (PMDB)

(Suplentes)

Senador Ivo Cassol (PP)
Senador Valdir Raupp (PMDB)

Pelo Bloco Parlamentar da Minoria

(Titular)

Senador Flexa Ribeiro (PSDB)

(Suplente)

Senadora Lúcia Vânia (PSDB)


"A importância da subcomissão da aviação civil no atual cenário aéreo brasileiro não poderia ter vindo em hora mais apropriada", afirma o senador Vicentinho Alves.

A Subcomissão de Aviação Civil discutirá a situação da aviação civil no país, desde a regulamentação de jornada de trabalho dos aeronautas e aeroviários até a melhoria do sistema de controle do tráfego aéreo. Ainda, a regulação das atividades de empresas de táxis aéreos também é pauta da subcomissão.

"O Brasil já responde pela segunda maior aviação geral do mundo, com 3,5 mil aeroportos (públicos e privados, incluindo os que servem à aviação regional) e 13 mil aeronaves registradas (aviões e helicópteros). Esse mercado é porta de entrada de investimentos e como tal precisa de atenção, manutenção, suporte e segurança permanentes", afirma Vicentinho.

Táxis Aéreos

Na tarde de ontem, 7, uma reunião solicitada pelo senador Vicentinho na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), em Brasília, aproximou da discussão por demandas no setor de táxis aéreos a própria ANAC e empresários ligados a área.

Através da gestão realizada pelo senador Vicentinho, proprietários e representantes de 20 empresas de táxi aéreo levaram ao diretor de operações de aeronaves, Carlos Pellegrino e ao diretor de navegabilidade, Cláudio Passos, da Agência Nacional de Aviação Civil, a reivindicação de mudanças na ação da ANAC junto ao setor.

"As conversas prévias antecipam bastante as ações que pretendem mudanças no setor aéreo brasileiro, mesmo antes da subcomissão iniciar os trabalhos que conduziremos durante o ano de 2012. Expor as demandas levadas pelos próprios empresários e operadores do setor de táxis aéreos, por exemplo, é um começo nesta etapa de melhorias que pretendemos para o sistema aéreo do país", afirma Vicentinho.